Lesão do Ligamento Cruzado Anterior

A Lesão Cartilaginosa do Joelho
30 de janeiro de 2013

O Joelho é uma articulação de exigências extremas na prática esportiva e deve associar dois paradoxos: ser estável o suficiente para suportar peso e ter liberdade de movimento absoluta para poder transmitir a energia cinética do movimento. Por este motivo, é uma articulação extremamente suscetível ao trauma e, até mesmo movimentos aparentemente inofensivos podem lesar suas estruturas e comprometer a performance do esportista.
As taxas de incidência de lesões ao joelho vêm crescendo anualmente. Isto se deve, provavelmente à maior participação nos esportes de todos as faixas etárias. Nos EUA, estima-se que hajam, anualmente, 90.000 lesões agudas do ligamento cruzado anterior.

Lesão do Ligamento Cruzado Anterior

O entorse é, disparadamente o movimento que mais lesa estruturas intrínsecas do joelho. No futebol, esporte muito popular no Brasil, o trauma ocorre com o pé fixo ao solo, ou preso à perna do adversário, ocorrendo rotação anormal interna ou externa do fêmur em relação à tíbia. Os ligamentos e meniscos, neste momento, submetidos as estresses tênseis acima do suportado, desencadeiam um arco reflexo medular com contratura dos músculos anterior (quadríceps)e posterior (isquiotibiais) da coxa, na tentativa de proteger a articulação. Quando a energia do trauma é superior a este mecanismo de defesa, há deformação e ruptura das estruturas envolvidas. O resultado são as distensões musculares, estiramentos e rupturas ligamentares e meniscais. Entorses com o indivíduo agachado e que rotaciona o joelho de maneira anormal também podem lesar e, estatisticamente, estão mais ligados a lesões dos meniscos. Ocorre, por exemplo, quando um escalador move o joelho de maneira anormal e súbita para subir uma rocha.

 

+ Lesão parcial do ligamento cruzado anterior: operar ou não?

 

Outros mecanismo de lesão é a desaceleração súbita, classicamente, quando o indivíduo chuta o ar ao invés da bola,ou o adversário, no caso de lutas. Esta é a forma mais comum de lesão isolada ao ligamento cruzado anterior.
Via de regra, havendo lesão, há dor e contratura muscular e, muitas vezes, ela é maior em rupturas parciais de ligamentos, pois há maior ativação de receptores de dor presente dentro das estruturas envolvidas. Quando há inchaço instantâneo, há em 80 a 90% dos casos, ruptura do ligamento cruzado anterior, associada ou não a lesão de outras estruturas e, este se deve ao sangramento dentro da articulação, denominado, na linguagem médica de hemartrose.

 

Um pouco de anatomia
Mas, afinal, o que vêm a ser o ligamento cruzado anterior, meniscos, cartilagem?
Para que servem?

Lesão do Ligamento Cruzado AnteriorObservando-se um esquema anatômico simples do joelho, nota-se uma estrutura que parte detrás de uma proeminência óssea do fêmur, chamada de condilo femoral e se insere na parte anterior da tíbia, entre as fixações dos meniscos. É o ligamento cruzado anterior, estrutura responsável por “segurar” a tíbia e evitar o movimento de translação dela sob o fêmur e por emitir informações sensoriais ao centro do movimento ao cérebro para que a pessoa tenha a sensação do movimento e tenha melhor coordenação motora. A isto se chama propriocepção.
Então,o ligamento cruzado anterior, além de simples estabilizador mecânico também é responsável pela coordenação motora? Sim, e o restabelecimento da mesma é muito importante no tratamento de suas lesões.A cartilagem é o “revestimento” em torno da extremidade do osso. Serve para a distribuição mais uniforme do peso e tem altíssima capacidade de deformação. É, portanto, estrutura de suma importância na dissipação de energia.
Os meniscos são uma especie de “amortecedores”, localizados entre o fêmur e a tíbia e são divididos em 3 partes (cornos): anterior, médio e posterior. São também responsáveis por estabilizar o joelho, aumentam a congruência entre seus ossos, absorvem o impacto e também auxiliam na propriocepção.

 

Lesão do Ligamento Cruzado Anterior

 

Quando um joelho sofreu lesão ao ligamento cruzado anterior podendo ela ter sido total (ruptura) ou parcial (alongamento), denominamos em linguagem médica de “joelho LCA-deficiente”, ou seja, será uma articulação que experimentará instabilidade pela ausência ou insuficiência do ligamento cruzado anterior e passará por alterações do equilíbrio neuro-motor (proprioceptivas) na tentativa de restabelecer o equilíbrio neuro-muscular comprometido na lesão. Em outras palavras: tanto o joelho, como outras articulações adjacentes terão que funcionar de maneira diferente a níveis pré-lesionais a fim de se evitar sintomas. Por isso, é comum encontrar pessoas que alteraram o seu padrão de marcha e, mesmo após uma cirurgia de reconstrução de ligamento cruzado anterior, continuam mancando, ou pisando de maneira errônea, desencadeando outros sintomas, como dores nos pés, nos quadris e nas costas.

 

A principal queixa de quem possui um “joelho LCA-deficiente” é o falseio, ou sensação de que o “joelho saiu e voltou ao lugar”, que pode ocorrer tanto em atividades da vida diária, como descer escadas, subir em um ônibus, correr e trotar, quanto em atividades esportivas recreativas ou profissionais. A dor, quando presente, está ligada a lesão de outros ligamentos, como por exemplo o ligamento colateral medial, meniscos e lesões na cartilagem articular, discutidos em outro tópico.
Lesão do Ligamento Cruzado AnteriorEstudos recentes de biomecânica indicam que esta sensação de falseio se dá em até 30 graus de flexão do joelho, justamente a angulação usada no momento do drible e da mudança brusca de direção em esportes como o futebol, basquete, vôlei e tênis. Um “joelho LCA-deficiente” é, portanto, incompatível para estes tipos de atividades.
Mas, uma vez que haja insuficiência do ligamento cruzado anterior, qual a chance de se desenvolver o falseio no joelho?
Noyes, um respeitado autor norte-americano desenvolveu a regra dos terços: Após a lesão ao ligamento cruzado anterior, 1/3 das pessoas terão instabilidade imediata, 1/3 terão de maneira tardia e somente 1/3 não desenvolverá instabilidade.
De uma maneira geral, desenvolvendo-se ou não falseio, o “joelho LCA-deficiente” terá progressivamente melhoria do inchaço, e apresentará invariavelmente algum grau de atrofia da musculatura da coxa. Isto se deve, tanto ao desuso, quanto à perda do arco reflexo muscular do ligamento cruzado anterior, também chamado de reflexo de Leriche. Esta atrofia, que é muito variável entre os indivíduos será o grande desafio durante a reabilitação e o que, muitas vezes faz com que a recuperação e o retorno ao esporte seja mais lento que o programado após uma cirurgia de reconstrução de ligamento cruzado anterior.

 

Pelo fato do LCA não cicatrizar, é de comum acordo entre a maioria dos autores no mundo de que tanto uma lesão total, quanto parcial, em pacientes ativos e que tenham queixas de falseio, que o indivíduo deve ser submetido a cirurgia de reconstrução do ligamento cruzado anterior para que possa restabelecer a estabilidade e função.

 

Importante: O conteúdo deste artigo é meramente informative e nao substitui uma consulta médica.Diagnósticos de lesões e opções de tratamento variam de pessoa para pessoa e dependem de fatores como sexo, idade, ocupação, etc, e portanto não devem ser generalizados. Consulte sempre seu médico. As informações deste site não devem ser utilizadas para auto-diagnóstico ou auto-tratamento.

 

Lesão do Ligamento Cruzado Anterior

Médico e fisiologista do Esporte pela UNIFESP/SBME | Médico ortopedista especialista em joelho pela SBOT/SBCJ/SBRATE | Mestre em ortopedia e traumatologia pela Santa casa de São Paulo

Saiba + 

Artigos similares

69 Comentários

  1. NILMA.T DA SILVA disse:

    DR.ADRIANO,13-06 DE 2012,E EM 9-01-2013,FIZ ARTROSCOPIA E LIGAMENTO CRUZADO ANTERIOR,E ESTOU COM INSTABILIDADE NO JOELHO,EXISTE A POSSIBILIDADE DESTA RUPTURA TER SIDO OCASIONADA POR UMA QUEDA COM TORÇÃO DO JOELHO NO FINAL DE 2010,APARENTEMENTE NO MOMENTO NÃO HOUVE MUITO DANO,MAS APÓS 1 ANO COMEÇOU DOR INCHAÇO E TIVE QUE OPERAR,POR FAVOR,ME TIRE ESTA DÚVIDA,ESTOU HOJE COM 51 ANOS.QUANDO ANDO É COMO SE UM MONTE DE OSSOS MOVIMENTASSEM DENTRO DO MEU JOELHO.

    • Suas queixas podem estar ligado tanto a instabilidade da lesao do ligamento cruzado anterior, quanto pelo desenvolvimento de artrose, comum apos a ruptura ligamentar. O ideal é consultar um medico de confiança que possa te dizer com certeza qual seu diagnostico.

  2. REGINA GOES DE M FERREIRA disse:

    OLA…. DR FIZ UMA CIRURGIA DO JOELHO ESQUERDO EM 99 .COM A IDADE DE 21 ANOS POIS MEU JOELHO SE DESLOCAVA COMPLETAMENTE .OCIRURGIAO Q ME OPEROU DISSE Q EU NAO TINHA CARTILAGEM NO JOELHO E Q ERA UM PROBLEMA DE NASCENCIA . POREM MESMO COM A COLOCAÇAO DO PINO JA TIVE 3 DESLOCAMENTO DE LA PARA CA.GOSTARIA DE SABER SE CORRO O RISCO DE FAZER UMA NOVA CIRURGIA QUANTO TIVER MAIS VELHA POIS ESTOU COM 39 ANOS AGORA. SE PUDER ME RESPONDER AGRADEÇO .M OBRIGADA.

    • Oi, Regina. Existe sim a possibilidade de seu joelho estar instavel.O ideal seria que vc procurasse um cirurgiao de joelho de sua confiança para que sejam feitos os testes e exames complementares e, se necessario que seja feita a estabilizaçao de seu joelho.

  3. matheus vaz disse:

    faz 4 anos que tenho o ligamento cruzado anterior rompido, pode agravar outros problemas com o tempo por nao ter feito a cirurgia? obrigado.

  4. Nielsen disse:

    Boa Noite!!!

    Dr. eu ja sofri uma lesão de de rompimento de ligamentos Anterior e Posterior de uma so vez em uma partida de futebol (Profissional), voltei com 8 meses tenho 4 parafusos em meu joelho não sinto nenhum problema com dores, continuo exercendo minha profissão normalmente com trabalhos fortes de cargas bem pesadas, daqui a alguns anos esses parafusos podem ter alguma rejeição?

  5. isabelly christiny disse:

    Dr. fui atropelada e tive os ligamentos anterior, inferior,e o ligamento posterior ,e colateral mas menisco, é muita coisa, e naõ entendo direito para poder te explicar,faz dois anos que espero a cirurgia, sinto muitas dores, as vezes não consigo nem anda direito. pode se agravar mais, por não ter feito a cirurgia ?? muita obrigada..

  6. Vitor disse:

    Tenho lesão parcial de LCA e lesão no menisco há 8 meses. Não sinto falseio no joelho apesar do exame clínico mostrar instabilidade rotacional. Seguindo orientação médica, fiz alguns testes de movimentação, com aceleração, paradas e mudanças de direção sem problemas, inclusive chegando a jogar futebol entre amigos. Senti algumas dores, mas creio que em função do menisco, entretando nada de instabilidade. Devo procurar uma cirurgia de LCA ou continuar com a musculação e retonar a prática de esportes?

  7. Marcos Daniel disse:

    Olá Dr Adriano!

    Fui diagnosticado com ruptura total do LCA, e encaminhado a minha cirurgia, recebi todas as informações de dois médicos diferentes e os dois me disseram que poderei voltar as atividades físicas, como jogar futebol após o período de 8 meses aproximadamente. Gostaria de saber se essa cirurgia me dará condições de voltar a jogar futebol normalmente e se este período de recuperação pode ser antecipado. Muito obrigado.

  8. henrique disse:

    boa tarde, tive rompimento total do LCA e meu medico sugeriu primeiro que eu fizesse uma infiltracao de PRP, com o intuito do ligamento regenerar, sera que isso e possivel, ou so a cirurgia mesmo? grato e aguardo contato.

  9. marcos morais disse:

    tive uma lesão no ligamento cruzado mas continuo jogando futebol mas as vezes parece deslocar meu joelho e dói um pouco depois para ma fica um pouco inchado mas para de doer,sera que o senhor pode me ajudar.posso continuar jogando ou tenho que parar de jogar.obrigado.

    • Boa tarde, Marcos.
      Agradeço muito o contato pelo site.
      Quanto ao seu problema, infelizmente fica dificil eu emitir uma opiniao
      sem ver teus exames e te examinar.
      Se quiser dar uma passada no consultorio, o endereço e telefone sao:

      Rua Bento de Andrade,103
      Ibirapuera SP/SP
      Tels. (11) 2507 9021/2507 9024

      Att

      Dr Adriano Leonardi
      Ortopedia e traumatologia / Cirurgia do Joelho
      Médico do futebol profissional do Clube Atletico Bragantino
      http://Www.adrianoleonardi.com.br

  10. Flavio Barcellos disse:

    De. Adriano, tive ruptura parecido do lca em 2003. Foi tratado com fisioterapia apenas. Sofreu um acidente no ano passado e desde então meu joelho tem se mostrado instável. Ainda é possível a cirurgia após tanto tempo da lesão?

    • Bom dia, Flavio.
      Mesmo em lesões crônicas do LCA, em pacientes que não desenvolveram osteoartrose é possível sim operar e estabilizar o joelho.
      Seu caso, em especifico, nada posso afirmar pq você não é meu paciente.
      abs.

  11. Vinicius disse:

    Muito Bom o Artigo, poderia me tirar uma duvida? Fui diagnosticado com Lesão Parcial LCA, praticava Parkuor e tive que parar pois sentia muita dor ao praticar. Sinto uma limitação de movimento mas não sinto Dor alguma quando estou correndo. dobrando a perna, etc..Apenas um estralo. Não queria ter que Operar pois a cirurgia deve ser cara e precisaria ficar de molho. Existe algum tratamento alternativo para lesão Parcial?

    Muito Obrigado

    • O tratamento da lesão parcial depende do grau de envolvimento do paciente com o esporte. O consenso em medicina esportiva é de se operar todos os atletas FEDERADOS. Se vc tem esta suspeita, o melhor é procurar um profissional de confiança que possa realizar uma boa correlação clinico-radiografica.
      abs

  12. Victor Elias Silva Ferreira disse:

    Boa tarde!
    Dr. Adriano Leonardi

    Sofri o rompimento total do LCA já faz 2 meses, em quanto tempo posso operar?

  13. Benito Araujo disse:

    eDr. Adriano, A Um Ano Tive Uma Torção no joelho direito. e esse mes fiz uma ressonância magnética e deu os seguintes diagnósticos:
    Edema Ósseo No Condilo femoral e platô tibial mediais.
    Ruptura em alça de balde do menisco medial.
    Ruptura completa do ligamento cruzado anterior.
    condropatia patelar grau 4.
    Hoffite superolateral.
    Discreto derrame articular.
    Tendinobursopatia da pata anserina.

    é Muito Grave ? Vou Precisar de cirurgia Tenho 19 Anos. .

    • admin disse:

      Bom dia, Benito.

      Agradeço muito o contato pelo site.
      Entendo a ansiedade que a lesão pode estar te causando, mas fica difícil eu emitir uma opinião sem ver teus exames e te examinar minuciosamente.
      A chave do sucesso do tratamento começa por um diagnóstico acurado.
      Para passar em consulta comigo, o endereço e telefones do consultório sao:

      Rua Bento de Andrade,103
      Ibirapuera SP/SP
      Tels. (11) 2507 9021/2507 9024

      Att

      Dr Adriano Leonardi

  14. felipe disse:

    Tive uma lesão total de lca jogando futebol. Tanto o artigo quanto os comentários me foram bastante válidos. ótima iniciativa.

  15. Bruno disse:

    Ótimo artigo, parabéns. Por gentileza gostaria de saber se no local em que é feito o túnel para passar o enxerto do LCA, mais especificamente no furo da tíbia e do fêmur onde se retira aquela cartilagem do local do furo, se futuramente cerca de 10 anos após a cirurgia o indivíduo pode sofrer de Osteoartrose justamente por ter lesado a cartilagem protetora daquele local do furo no momento da cirurgia.

    • admin disse:

      Muito boa sua pergunta.
      Na vdd, os túneis tibial e femoral utilizados na reconstrução do LCA não estao ligados a artrose pq estao fora da area que recebe e transmite peso. Obviamente, túneis mal confeccionados por erro de tecnica podem sim causar defeito cartilagino importante.
      Ó desenvolvimento de artrose após lesão do LCA está ligado à lesoes associadas como lesoes meniscais e contusões cartilaginosas.
      Muito boa sua colocação.
      Vou escrever um artigo sobre isso.
      Forte abraço.

      • Bruno disse:

        Como já disse, meu nome é bruno Germano Gonçalves, primeiramente agradeço pela atenção de me responder e segundo gostaria de saber se você me aconselha fazer a cirurgia de reconstrução do LCA, vale lembrar que aparentemente no exame de ressonância e no do médico não tenho nenhuma lesão meniscal só mesmo a ruptura parcial do ligamento.

  16. edinete disse:

    Boa tarde doutor!
    Por favor gostaria que me esclarecesse uma dúvida
    Eu tenho 39 anos fui diagnosticada com lca mas o médico falou que não é aconselhável a cirugia por que tenho artrose ele falou que está avançada e não é aconselhável a cirugia de reconstrução o que o senhor me diz eu não tenho estabilidade no joelho lesionado e sinto dores fortes por favor me responda

    • admin disse:

      Oi, Edinete.

      Vc é muito nova para se ter artrose no joelho. A conduta nestes casos é a seguinte:

      1- Existe instabilidade e não se tem queixas de artrose: reconstruir o LCA.

      2. Não existe instabilidade e o paciente tem queixas da artrose (dor e limitação de função do joelho): tratar a artrose. Neste caso, sou favorável a se evitar a prótese ao máximo possível: realizar a viscossuplementacao (infiltração com acido hialuronico) e fortalecer a musculatura.

  17. Dalton Amaral disse:

    Bom dia, Doutor.
    Fiz a cirurgia de reconstrução de ligamento cruzado anterior há 6 meses, minha recuperação foi tranquila. Não sinto dores ao correr ou fazer exercícios, porém, pretendo voltar a jogar futebol (amador/pelada). Isso é possível? E o que devo fazer para ter mais confiança ou fortalecer minha musculatura? Grato.

  18. Valdir disse:

    Bom dia. Tenho LCA com ruptura total há 30 anos. O sr recomenda fazer a reconstituição do LCA ? Qual seria a eficácia no caso de fazer a reconstituição ? Obs. Tenho hoje 57 anos.

    • Dr. Adriano Leonardi disse:

      Bom dia, Valdir.
      Para pacientes que tenham a lesão crônica, e não tenham desenvolvido artrose com queixas de dor e que sejam ativos, eu costumo indicar a recosntrucao .

  19. João Rezende disse:

    Bom dia Doutor

    Há 35 dias jogando tênis tive uma lesão no joelho, em exames preliminares o medico já constatou a lesão total do LCA, realizei a ressonância e constatou a lesão do LCA com menisco. Não houve edema, inchaço e com 3 dias eu já estava andando normalmente, consigo correr, andar, pegar peso, gostaria de saber se consigo atraves da fisioterapia e de proteção no joelho voltar a jogar tenis pelo menos 1 vez na semana ?

    • Dr. Adriano Leonardi disse:

      Oi, João.
      Para te redponder esta pergunta, eu precisaria te fazer os testes de gaveta e ver sua RM.
      Outra coisa importante é fazer testes funcionais para avaliar como está sua musculatura.
      Se quiser passar comigo, será um prazer poder te ajudar.

  20. Diego Ricardo disse:

    Bom dia. Doutor, eu tive LCA rompido e lesão no menisco jogando futebol, fiz a cirurgia e todo o processo de recuperação a ponto de ser liberado pelo meu cirurgião a volta de qualquer atividade física, porém 1 ano e 3 meses depois eu rompi de novo o mesmo joelho. Gostaria de saber se a reincidência é normal ou algo mais preocupante, se eu posso desenvolver algum trauma por passar por mais uma cirurgia ou pela própria lesão. Desde já agradeço.

    • Dr. Adriano Leonardi disse:

      Oi, Diego.
      Infelizmente, a grande maioria dos ortopedistas não sabem ou negligenciam a fase de fortalecimento, reequilibro muscular e ganho de agilidade motora e o resultado é a re-lesao por puro despreparo ao esporte.
      No seu caso, uma nova intervenção cirúrgica deve ter especial atenção ao enxerto a ser utilizado e a técnica empregada para não causar dano adicional ao joelho.
      abs

  21. Danilo da Silva disse:

    Olá Dr.,
    Sou árbitro de futebol pela FPF. Numa corrida senti o joelho direito, na ressonância deu rompimento total do ligamento cruzado anterior e o médico que pediu o exame já tinha suspeitado que era essa lesão em sua análise clínica, porém numa segunda opinião com outra equipe eles não entenderam como ruptura total e sim parcial, tanto pelo que viram nas imagens do exame quanto pela avaliação clínica. Me indicaram 30 dias de fisioterapia e voltar para uma reavaliação. Eu vou poder voltar a apitar mesmo sem fazer a cirurgia?
    Grato!

    • Dr. Adriano Leonardi disse:

      Bom dia, Danilo.
      Na minha visão, em um paciente que trabalha profissionalmente no esporte sofrendo lesão de LCA, mesmo que parcial, esta indicado tratamento cirúrgico, pois qualquer queixa de falseio, mesmo que subjetiva, pode comprometer sua performance.
      Se quiser passar comigo, será um prazer poder te ajudar.
      Vamos resolver isso aí!
      abs

  22. Savio disse:

    Boa noite
    Porque o ligamento cruzado anterior está mais propenso a lesões que o ligamento cruzado posterior?
    Obrigado

    • Dr. Adriano Leonardi disse:

      Oi, Savio.

      Porque o com o atleta de 0 a 60 graus de flexão e em pé. Esta posição é extremamente frequente nos esportes. Ja o LCP é lesionado por entorse com o joelho em angulações maiores (agachado) ou por contusão direta em traumas de alta energia (ex; queda de altura com o joelho dobrado), que costuma ser menos frequente nos esportes.

  23. Noadja disse:

    Prático o fisiculturismo e rompi meu ligamento cruzado, então estou sofrendo de uma enorme atrofia muscular do quadríceps, gostaria de saber se ainda poderei recuperar minha musculatura, ou ela ficará impossibilitadas de hipertrofiar?

    • Dr. Adriano Leonardi disse:

      Ola, Noadja.

      Em casos como o seu, pode ter havido inibição muscular não revertida pela fisioterapia.
      Isso acontece qdo o pós-operatório não é bem acompanhando, especialmente em mulheres.
      O ideal é que vc seja avaliada por um traumatologista do esporte.
      Se puder passar em meu consultório, será um prazer poder te ajudar.

  24. Rafael disse:

    Bom dia Dr Adriano

    Parabéns pela página.

    Gostaria de saber qual o momento ideal para cirurgia apos o rompimento total do LCA?

    • Dr. Adriano Leonardi disse:

      Oi Rafael.
      Se o paciente tiver o LCA isolado, o ideal seria apos 21 dias.
      Se tiver associado ao algum colateral, o ideal é esperar 6 semanas, pois existe maior chance de fibrose intra-articular.
      abs

  25. Dr. Adriano Leonardi disse:

    Caro leitor,

    recentemente, tenho recebido muitos emails de pacientes que estão em período pós-operatório recente da reconstrução do ligamento cruzado anterior. Como o pos-operatio desta e de qq cirurgia envolve a técnica empregada, a qualidade e experiência do cirurgiao e qualidade da fisioterapia pós-operatória, não posso sanar qualquer duvida a não ser de pacientes que tenham sido operados por mim.

    Peço, portanto, a gentileza de encaminhar estas duvidas a vossos cirurgiões.

    Obrigado

  26. Tawan disse:

    Parabéns pela iniciativa, tirou várias dúvidas de forma clara , ética e profissional !! Pode ter certeza que está ajudando muitas pessoas a entenderem toda a “logística” de uma lesão no joelho, desde seu diagnóstico ao seu tratamento !! Sou cirurgião buco maxilo facial e pretendo “copiar” esse estilo de página na intenção de fazer o mesmo !! Obrigado

  27. Willian disse:

    Se possível passar o contato do senhor

  28. Celia Novaes disse:

    Boa tarde Dr Leonardi.
    Tive rotura total no LCA esquiando a 30 dias mais ou menos.
    Gostaria de saber se é indicado a cirurgia, mesmo eu tendo um pouco de osteopenia?
    Apesar de ter 57 anos, gosta de correr, fazer Spinning , musculação,e eventualmente voltar a esquiar.
    Obrigada
    Célia

    • Dr. Adriano Leonardi disse:

      Oi, Celia.
      Nem a idade, nem a osteopenia são impeditivos para a reconstrução do LCA.
      Qdo indico a cirurgia, levo em conta o nível de atividade física para que haja retorno pleno ao esporte e ganho de qualidade de vida.
      Se quiser que eu avalie seu joelho, será um prazer poder te ajudar.

  29. Dolores disse:

    Dr Adriano!
    Tenho 54 anos jogo voley a 10 anos tive lca a um ano e optei por não operar fiz fisioterapia faço academia caminhada e agora voltei a jogar voley a os poucos fico com medo mais não sinto dor jogo com um tensor com tela posso continuar jogando voley de quadra ?

    • Dr. Adriano Leonardi disse:

      ola, Dolores.
      Se a sra tem a lesão do LCA e é ativa, recomendo fortemente que passe em avaliação medica para avaliar a necessidade de tratamento cirúrgico. Se puder passar em avaliação comigo, será um prazer poder avalia-la.

      att

      Dr. Adriano Leonardi

  30. André disse:

    Estou nesse impasse, sofri uma entorse no futebol sofrendo pancada de fora pra dentro, na ressonância constou a lesão de LCA, mas no exame de gaveta o Dr disse que não há sinal de LCA rompido e sim uma instabilidade no medial onde no retorno já havia melhorado (já durmo de lado sem sentir dor lateralmente!!
    Agora fico na dúvida tendo receio da volta ao.eaporte porque já operei o LCA esquerdo!!
    O que o Dr pode me.ajudar?

    • Dr. Adriano Leonardi disse:

      ola, Andre.
      Entendo a ansiedade que a lesão possa estar te causando, mas fica difícil eu te orientar sem te examinar e ver seus exames.
      Se puder passar em consulta comigo, será um prazer pode te ajudar.
      O endereço e telefones do consultório sao:

      Rua Bento de Andrade,103
      Ibirapuera SP/SP
      Tels. (11) 2507 9021/2507 9024

      Cordialmente,

      Dr Adriano Leonardi

  31. Maria Izilda dos Santos disse:

    Bom dia, dr Adriano.
    O joelho do Marcelo, meu filho ficou muito bom e ele ja voltou a jogar bola.
    Muito obrigada por tudo e parabéns pelo profissionalismo de sua equipe.

  32. Denis disse:

    Olá, Dr Adriano.
    Eu fiz recentemente uma cirurgia de joelho (LCA), mas durante a recuperação eu percebi que meu joelho faz a gaveta ( Movimento que diagnóstica a ruptura do LCA).
    A cirurgia ocorreu bem ou essa gaveta é normal após a mesma?

    • Dr. Adriano Leonardi disse:

      oi, Denis.
      Para os pacientes que opero o LCA, nenhum permanece com gaveta anterior.
      Te aconselho a pegar uma segunda opinião.
      Se puder passar em avaliação comigo, será um prazer.

  33. Maria Aparecida de Lima Silva disse:

    Dr Adriano Ruptura do ligamento cruzado anterior pode ser curado com fisioterapia ou so com o processo cirúrgico tenho 45 anos

    • Dr. Adriano Leonardi disse:

      oi, Maria.

      seu caso, em especifico não posso responder sem que vc passe em consulta comigo.
      Mas, via de regra, se um paciente passa em consulta comigo com historia de entorse de joelho e, apos exame fisico, constata-se instabilidade e a mesma é confirmada nos exames de imagem, eu sempre indico tratamento cirúrgico.

  34. Barbara Bruna disse:

    Boa tarde.
    a 4 anos atrás eu estava apresentando uma peça de teatro onde eu ia contra uma multidão que me empurrava, então senti meu joelho dobrar e quando coloquei meu pé no chão meu joelho estava bambo, fui ao médico e me falaram que foi apenas uma torção.
    depois de 15 dias fui correr da chuva ao saltar na calçada meu joelho dobrou novamente, e depois de 15 dias fui brincar de basquete e mais uma vez dobrou. então fui ao médico na época eu tinha convenio e o doutor apenas pediu um raio x, falou que era caso cirúrgico, mas disse que não seria bom, então me passou 10 sessões de fisioterapia e ok.
    Porém a 6 meses atrás, fui praticar uma atividade física, onde saltei e ia correr de lado, então ao terminar o salto meu joelho torceu novamente.
    passei com outro médico fiz ressonância, ele não olhou direito os exames pois estava atrasado, então me disse que tinha uma leve lesão no menisco, e uma inflamação, me passou fisioterapia e disse que se eu continuasse a sentir dor (coisa que é raro) ele iria encaminhar para cirurgia.
    mas ao levar minha ressonância para o fisioterapeuta, ele disse que eu tive uma ruptura completa no LCA, uma lesão na paleta *acho que é esse o nome, e uma lesão no menisco, mas tudo isso devido a ruptura do LCA.
    eu não pratico um esporte como profissão, tenho 24 anos, é necessário fazer a cirurgia, ou caso eu não faça, terei quais complicações futuramente?
    o fisioterapeuta, falou que mesmo que eu fortaleça a musculatura, não vai resolver…
    Voltei ontem com outro ortopedista, ele falou que embora tenha rompido o LCA meu joelho está bem estável, mesmo assim devo operar?
    preciso de orientações precisas.
    obrigada.

    • Dr. Adriano Leonardi disse:

      oi, Barbara.
      Agradeço muito o seu contato.
      Casos como o seu são muito comuns na pratica clinica de quem opera joelho.
      Para diagnosticar uma lesão de LCA, temos tanto que examinar o paciente, quanto ver exames de imagem, principalmente a ressonância magnetica apos 3 semanas da lesão.
      Se a lesão for completa e isolada do LCA, ele pode deita e cicatrizar parcialmente no cruzado posterior, dando impressão de “falsa estabilidade”.
      Por isso, a experiencia do medico no exame fisico e principalmente no tratamento de atletas é muito importante na indicação cirúrgica ou conservadora.
      Na minha experiencia, qto mais jovem e ativa a pessoa, maior a chance de que eu indique tto cirúrgico, pois as consequências da lesão a longo prazo de uma pessoa com joelho instável são muito ruins.
      Procure um medico de confiança, preferencialmente que entenda de medicina do esporte.
      Se quiser minha opinião, será um prazer poder avaliar seu caso.

      Forte abs

      Dr. Adriano Leonardi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Ligar