Lesões mais comuns na Musculação

A infiltração do tornozelo com acido hialurônico: resultados promissores
2 de maio de 2018
A cirurgia para a rotura do menisco: preservar sempre!
24 de maio de 2018
Ver todos

Lesões mais comuns na Musculação

A musculação é um dos exercícios mais emblemáticos de todos os esportes – ao longo da história, as pessoas se envolveram na prática para se tornarem mais fortes, aumentar sua massa muscular e desenvolver a forma física.

Lesões na musculação

 

 

 

 

 

Os benefícios da musculação sao indiscutíveis. Incluem a tonificação muscular, com consequente aumento do metabolismo basal, auxilio na prevenção de osteoporose, especialmente em mulheres, aumento a força, facilitando atividades da vida diária, fortalecimento da coluna vertebral, prevenindo problemas como hérnias e protusoes discais, diminuicao das chances de uma diabete por auxiliar no equilíbrio da taxa de glicemia sanguínea, melhoria o sistema imunológico, melhoria do sistema digestório, melhoria do equilíbrio, especialmente em praticantes da 3.a idade, ajuda na gestação, com menor incidência de câimbras e menor probabilidade de desenvolver varizes e melhora humor, com ganho na auto-estima.

Abaixo estão detalhadas algumas das lesões mais comuns da musculação

Lesões No Joelho

Apesar de ainda ser controverso, estudos biomecanicos indicam que um fator muito importante a ser levado em conta é a angulaçao em que o joelho é submetido durante o treino. Sabe-se hoje de que algumas máquinas de cadeia cinetica fechada, nas quais, trabalham-se o joelho, tornozelo e quadril ao mesmo tempo ,como o leg-press, por exemplo,quando praticado em uma em angulaçao acima de 60° gera um vetor de reacao articular muito grande, com consequente hiperpressão na cartilagem, podendo levar a lesão. Ja as maquina de cadeia cinetica aberta, na qual apenas o joelho trabalha durante a contraçao, como a Cadeira Estensora, esta hiperpressao ocorre quando o joelho esta muito proximo de ficar completamente. Novamente: o fator mais importante aqui é a boa execucao do movimento, sendo observado por um professional qualificado.

 

Lesões na coluna Lombar

Durante a pratica da musculação, especialmente em movimentos que aumentam a pressão intra-abdominal associados à flexão e rotação da coluna lombar, quando mal executados pode sobrecarregar os discos intervertebrais, podendo levar a uma rápida degeneração, perdendo propriedades de proteínas, causando microfissuras no disco até em um estagio final se tornando uma Hérnia de Disco ou uma protusao discal, especialmente em indivíduos entre 35 a 45 anos.

 

 

Lesões No Ombro

Classicamente, o aumento súbito da carga em exercícios como o supino e elevação lateral, quando associados a movimentos descoordenados podem levar à chamada síndrome do impacto do ombro, uma das maiores causas geradora de dor e disfunção se tratando de ombro, de caráter crônico, tendo como principal sintoma a dor, que piora à noite e ao levantar o braço, além de crepitação local (estalos), fraqueza e dificuldade nas atividades de vida diária (avd’s).

É descrita como um pinçamento nessa região, e em muitos casos pode decorrer de movimentos repetitivos do braço em abdução (abertura lateral) ou em flexão de 70° a 120° de ombro (braços antes da linha do ombro até acima da cabeça), além da ação combinada de outros quatro fatores como vascularização, degeneração, trauma e a anatomia do ombro.

Lesões musculares

A história clínica é marcada por dor súbita localizada, de intensidade variável, algumas vezes acompanhada de um estalido audível ou de uma sensaçao de pedrada e perda imadiata de força. A intensidade dos sinais e sintomas pode variar de acordo com a sua gravidade.

A lesao pode gerar um defeito (área de depressão local ou “gap”) visível ou palpável. A presença de hematoma tem o significado de uma lesão de maior extensão e gravidade. A contração contra resistênciarevela dor local e impotência funcional, caracterizada pela incapacidade de se mover a articulação.

Apesar da incidencia das lesoes musculares na musculação ser menor que em outros esportes como a corrida e eo futebol, o tratamento inclui fisioterapia, iniciada o mais rapido possivel, e os critérios para o retorno ao esporte são: a flexibilidade semelhante ao membro contralateral, amplitude de movimento normal, ausência dedor e critérios de força muscular semelhantes aos valores prévios à lesão ou ao membro contralateral (acima de 80%).

Médico e fisiologista do Esporte pela UNIFESP/SBME | Médico ortopedista especialista em joelho pela SBOT/SBCJ/SBRATE | Mestre em ortopedia e traumatologia pela Santa casa de São Paulo

Saiba + 

Artigos similares

1 Comentário

  1. Sueli disse:

    Perfeito dr Adriano
    Texto de valor, útil e proveitoso!
    Grata

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
Ligar