O que é e como tratar o Cisto de Baker do Joelho

O que é e como tratar o Cisto de Baker do Joelho

Compartilhe:

Cisto de Baker, também conhecido por cisto poplíteo, é um cisto sinovial na região posterior do joelho. O acúmulo de liquido sinovial do joelho acaba distendendo a parede posterior e faz com que o cisto seja formado entre a cabeça medial do gastrocnêmio e os tendões semimembranosos através da comunicação com a articulação do joelho. O liquido sinovial, muitas vezes produzido em excesso pela artrose (osteoartrite) acaba indo para a região posterior por este pertuito e não retorna à articulação do joelho devido a estruturas que formem válvula, como uma lesão degenerativa do menisco medial, por exemplo.

Cisto de Baker no Joelho

 

Quando posso ter Cisto de Baker?

Existem dois picos onde o cisto de Baker é mais comum: dos 4 aos 7 anos (também denominado cisto congênito) e dos 35 aos 70 anos.

 

Quais os sintomas do Cisto de Baker?

Felizmente, na grande maioria das vezes, os cistos são mais frequentemente encontrados incidentalmente quando o joelho é submetido a exames de imagem como o ultrassom e a ressonância magnética.

Quando sintomático, o cisto pode desencadear:

  • Sensação de corpo estranho/massa na região posterior do joelho;
  • Aparência de um caroço na região de trás do joelho;
  • Bloqueio de flexão;
  • Dor que pode piorar muito quando o cisto de rompe. Quando isso acontece, o principal diagnóstico diferencial é a trombose venosa profunda (TVP), condição onde o sangue coagula dentro das veias profundas da perna e ocorre inchaço e muita dor na panturrilha. Trata-se de uma emergência médica, pois, se não bem tratado, o trombo pode se desprender e levar ao trombo-embolismo pulmonar.

 

Por que ocorre o Cisto de Baker?

Em adultos, o Cisto de Baker está quase sempre associado a doenças degenerativas inflamatórias crônicas que causem aumento da produção do liquido sinovial do joelho, como por exemplo:

  • Artrose erosiva do joelho;
  • Artrite reumatoide;
  • Articulação de Charcot envolvendo o joelho;
  • Artrose pós-traumática em atletas.

 

Diagnóstico

O diagnostico é dado pelo exame físico, onde uma “bola ou um caroço” dói e bloqueia a articulação, impedindo o paciente de se agachar, atrapalhando e muito atletas e esportistas que pratiquem jiu-jitsu, judô, luta greco-romana e nos agachamentos realizados nas academias de musculação e cross-fit.

Os exames de imagem incluem o ultrassom e a ressonância magnética.

Cisto de Baker no Joelho

As setas azuis da imagem da ressonância magnética mostram um cisto de baker volumoso na região posterior do joelho.

 

Tratamento e prognóstico do Cisto de Baker

Em crianças pode haver resolução espontânea dentro de 10 a 20 meses. Se os sintomas persistirem e / ou o cisto for muito grande, uma retirada cirúrgica é uma opção.

Em atletas que estejam incomodados, pode-se realizar uma aspiração (preferencialmente guiada por ultrassom), seguida de injeção de esteroides, que demonstrou ser benéfica na redução do tamanho do cisto de Baker e na melhora dos sintomas.

Cisto de Baker no Joelho

Na ilustração, a drenagem ambulatorial de um cisto de Baker.

 

Complicações reconhecidas incluem:

Como dito anteriormente, a sua principal complicação é a ruptura: vazamento de líquido cístico na região de traz do joelho, causando grande inchaço da panturrilha, que, por sua vez, pode comprimir vasos e nervos.

 

Quer saber mais sobre Joelho?

 

 

Acesse nosso Canal no Youtube e Inscreva-se: 

 


Compartilhe:
Dr. Adriano Leonardi
dr@adrianoleonardi.com.br

Dr. Adriano Leonardi possui 20 anos de experiência em Ortopedia. É Médico Ortopedista Especialista em Joelho; Mestre em Ortopedia e Traumatologia; Médico e Fisiologista do Esporte; Membro da Diretoria da Sociedade Paulista de Medicina Desportiva; Colunista e Consultor dos Sites 'Eu Atleta' e 'Globo Esporte'. Agende sua Consulta: (11) 2507-9021 ou 2507-9024

9 Comentários
  • luiz
    Postado as 09:30h, 30 setembro Responder

    Venho fazendo exercícios há cerca de 8 meses, primeiro caminhava e fui evoluindo até já está correndo 5km quase todos os dias, então começaram os incômodos na panturrilha, tinha dias que corria e no dia seguinte não aguentava correr pois doia bastante e as dores foram aumentando,(achei que a causa seir ao tenis, comprei novos mais continuou), até há duas semanas surgir um inchaço atrás do joelho, parei totalmente os exercícios, pois não conseguia mais correr e notei que mesmo fazendo somente caminhada o cisto aumentava, qdo fico sem fazer exercícios o cisto praticamente some.

    • Dr. Adriano Leonardi
      Postado as 14:40h, 30 setembro Responder

      Oi, Luiz.

      Possivelmente, seu cisto terá tratamento por punção.
      Para te responder isso, precisaria te examinar e ver as imagens de seus exames.
      Se puder passar em consulta comigo, será um prazer pode te ajudar.
      O endereço e telefones do consultório sao:

      Rua Bento de Andrade,103
      Ibirapuera SP/SP
      Tels. (11) 2507 9021
      whatsapp: (11)940065262

      Cordialmente,

      Dr Adriano Leonardi
      CRM/SP 99660

  • Ivan Baruque
    Postado as 13:50h, 01 janeiro Responder

    Dr. Adriano Leonardi, Assisti seu video sobre o cisto de Backer e aprendi muito a respeito, mas o meu caso não é o cisto de Backer mas tenho muita dor atrás do joelho esquerdo e não tenho mais cartilagem nos dois joelhos, já fiz fisioterapia por recomendação do ortopedista mas nada resolve, aconselharam-me a fazer cirurgia, porem não tenho condições financeiras para essa tarefa, pois sou aposentado com 79 anos e 6 meses, 1,72 de altura com 113 quilos , tento emagrecer mas não consigo e minhas pernas e pés ficam inchados, tenho lido e ouvido muito sobre joelhos, mas o que me convence é a célula tronco, pois formará novamente a cartilagem não é? ou outro maneira de tratamento? Agradeço-lhe pelas respostas e aguardo ansiosamente o retorno. fico-lhe antecipadamente agradecido, moro em São Bernardo do Campo-S.P.

    • Dr. Adriano Leonardi
      Postado as 13:10h, 06 janeiro Responder

      oi, Ivan.
      Existem alternativas à célula-tronco como a acido hialuronico de medico peso molecular.
      O alivio dos sintomas na articulação, auxiliam na melhoria da qualidade de vida, retomada da atividade física e perda de peso.

  • Ester
    Postado as 05:30h, 06 fevereiro Responder

    Bom dia Dr. Adriano, tenho cisto de Baker e menisco rompido, estou com 73 anos quando faço fisioterapia choquinhos e outros a dor aumenta, tenho medo de operar.

  • Marcelo
    Postado as 00:30h, 09 março Responder

    Oi quando eu contraio a perna veja que na parte de trás do joelho forma uma “bola” atrás do joelho, creio q seje o cisto , só que não dói não encômoda.

    • Dr. Adriano Leonardi
      Postado as 09:03h, 09 março Responder

      Oi, Marcelo.

      Para te responder isso, precisaria te examinar e ver as imagens de seus exames.
      Se puder passar em consulta comigo, será um prazer pode te ajudar.

  • Carla
    Postado as 13:45h, 09 março Responder

    Meu filho tem dois caroço um em cada perna atrás do joelho mas ele não tem nenhuma dor ele tem 8 anos

Poste um Comentário