Joelheiras: o que são, para que servem e quando usar!

Joelheiras: o que são, para que servem e quando usar!

Compartilhe:

O uso de joelheiras profiláticas (preventivas) sempre foi tema controverso entre profissionais da saúde e praticantes de atividades físicas. Seu uso seria justificado como uma tentativa de reduzir a ocorrência ou gravidade das lesões nos ligamentos das articulações do joelho sem inibir a mobilidade geral do mesmo.

As lesões no joelho são um grande e frequente problema na prática esportiva. Atletas e esportistas sofrem grande diversidade de lesões nos ligamentos cruzados, cartilagens, princialmente as ligadas aos micro-trauma de repetição que, quando associadas a distúrbios biomecânicos (mau funcionamento muscular), podem gerar tendinites, sinovites e a condromalacia patelar.

Assim como a indústria farmacêutica, a produção de órteses abocanha grande parte do mercado da saúde. Existem varias categorias de joelheiras, com materiais, formatos e cores diferentes. Cada uma com suposta indicação para um uso especifico:

Joelheira elástica

Teria indicação como suporte do joelho na pratica esportiva regular, geralmente por atletas com joelhos saudáveis com nível médio a alto de intensidade dos exercícios.

Joelheiras

Órteses de reabilitação ou funcionais

Geralmente usadas quando já existe uma lesão instalada. Serviriam para realizar compressão, mantando a patela em seu lugar, ou limitando o movimento do joelho pós lesão ou cirurgia. Também auxiliariam na proteção de ligamentos rompidos como os colaterais apos um entorse, evitando o agravo da lesão.

Joelheiras

Faixa elástica simples

Populares entre competidores de levantamento de peso. Elas são firmemente passadas ao redor dos joelhos de forma espiral. Aumentariam o desempenho e evitariam lesões associadas a altas cargas e agachamentos. No entanto, segundo os fabricantes, se usadas de maneira incorreta poderiam pressionar demasiadamente a patela contra a cartilagem do fêmur, resultando em dano cartilaginoso agudo ou crônico e demais problemas ligados a sobrecarga.

Joelheiras

A mais comum delas, usadas por esportistas do mundo todo e frequentemente vistas nas academias são as elásticas flexíveis, as primeiras citadas nesse artigo. Vamos discutir o que são, pra que servem e quando usá-las!

 

O que são joelheiras elásticas?

Para esclarecer, as joelheiras flexíveis não limitam ou substituem a função de um joelho saudável. Elas forneceriam suporte mecânico para as articulações e são completamente livres de hastes metálicas. Seu design seria projetado para proteger o joelho de ferimentos futuros ou riscos de lesões. Esta proteção é especialmente importante para os joelhos colocados sob constante pressão diária (corrida, escadas, salto alto, levantamento de peso).

Em tese, esse tipo de joelheira ofereceria um elemento valioso: A compressão, que, em auxilio à oscilação muscular, reduziria o tamanho dos vasos sanguíneos, o que se traduziria em menos estresse nos músculos e em um fluxo sanguíneo mais rápido e eficiente na área do joelho/perna. Lembrando que músculos, ligamentos e tendões sofrem muito estresse durante treinos rigorosos, principalmente os de resistência aeróbica.

O fluxo sanguíneo eficiente é muito importante para eliminar o ácido lático, por exemplo, e para trazer oxigênio e nutrientes necessários aos músculos para facilitar uma recuperação mais rápida. Simplificando, seu uso resulta em menos dor e inchaço durante e após o desempenho.

A compressão também reduziria a vibração muscular, com consequente redução da instabilidade do joelho, proporcionando ao usuário uma base mais estável, importante durante os saltos, torções e agachamentos. Limitaria o movimento da patela e pode aumentar a propriocepção.

Geralmente são feitas de material de neoprene e deslizam sobre o joelho. Em termos simples, servem de auxilio durante o aquecimento e lubrificação das articulações.

Fique atento!

Esse tipo de joelheira não oferece o mesmo suporte ligamentar que as órteses funcionais ou joelheiras com proteção patelar. Portanto, se você tem um joelho instável e está usando uma joelheira para consertar ou estabilizar o joelho, não será suficiente. Visite o seu médico do esporte ou ortopedista e para melhor avaliação de seu caso. De fato, há uma grande chance de inchaço com o uso da joelheira, devido à sua restrição de retorno linfático e venoso abaixo do joelho e agravamento de um joelho instável.

 

Quando usar joelheiras

Uma discussão muito comum entre os atletas é se realmente as joelheiras são necessárias para proteção e desempenho.

As joelheiras não precisam ser usadas para todos os exercícios de levantamento de peso. Se o joelho não estiver envolvido como uma fonte de força primária, elas não são necessárias.

Joelheiras

Um iniciante com joelhos saudáveis e funcionais pode ficar sem joelheiras por um tempo. Ou seja, não há pressão suficiente sobre os joelhos para exigir seu uso. No entanto, quando a intensidade aumenta e os pesos ficam progressivamente mais pesados, as joelheiras podem fornecer suporte adicional para executar exercícios funcionais e aulas de dança, por exemplo, onde a posição do joelho fica mais vulnerável e corre o risco de lesões.

Você também pode usar fora do seu local de treino, em casa ou no trabalho para facilitar uma recuperação mais rápida. Isto é particularmente aplicável para pessoas que aumentam a frequência e intensidade das suas atividades. Um pouco de desconforto na área do joelho pode ser normal após um treinamento intenso, então, segundo alguns fabricantes, o uso das joelheiras teria indicação para melhorar a recuperação pós esporte.

 

Joelheira após lesões

Como já descrevi em outros artigos, uma vez instalada uma lesão no joelho, seja ela aguda ou por sobrecarga crônica, existe inibição muscular com enfraquecimento e descoordenação da musculatura da coxa e quadril. O processo de reabilitação, muitas vezes pode ser prolongado e difícil e seria no controle do ciclo vicioso dor/desconforto e desativação muscular onde entrariam as joelheiras. Segundo alguns autores, na condromalacia, por exemplo, a joelheira melhoraria a força e velocidade da ativação muscular por ativar os receptores da pele, fenômeno que conhecemos em medicina do esporte como propriocepção. Além disso, a pressão exercida sobre a patela causaria maior homogeneidade no contato articular. Quanto maior o contato articular, menor a pressão por área e, teoricamente, menor a chance de piora da lesão.

Apesar do apelo comercial, a padronização do uso da joelheira nos esportes e apos lesões ainda carece de maiores estudos e, assim como qualquer ferramenta terapêutica, deve ser utilizada com muito bom senso.

 

Quer mais dicas como essa?

 

 

Acesse nosso Canal no Youtube e Inscreva-se: 

 


Compartilhe:
Dr. Adriano Leonardi
dr@adrianoleonardi.com.br

Dr. Adriano Leonardi possui 20 anos de experiência em Ortopedia. É Médico Ortopedista Especialista em Joelho; Mestre em Ortopedia e Traumatologia; Médico e Fisiologista do Esporte; Membro da Diretoria da Sociedade Paulista de Medicina Desportiva; Colunista e Consultor dos Sites 'Eu Atleta' e 'Globo Esporte'. Agende sua Consulta: (11) 2507-9021 ou 2507-9024

10 Comentários
  • Osvaldina Gasperin
    Postado as 00:25h, 26 janeiro Responder

    Fui operada do menisco mas depois de 9 meses voltei a cair to cm muita dor desde o pé até a cocha ,só melhora quando tomo flexalgim. ,mas dali umas 7ou 8 horas começa tudo outra vez será q vou precisar operar outra vez??

    • Dr. Adriano Leonardi
      Postado as 01:37h, 26 janeiro Responder

      Olá.
      Este topico destina-se a discutir o uso de joelheiras.

  • Paulo Luiz
    Postado as 21:05h, 30 abril Responder

    Doutor boa tarde! Segundo último exame de ressonância em meu joelho foi detectado desgaste na patela e também na cartilagem, o médico que me atendeu falou que não poderia mais correr, pois praticava esta atividade correndo em média de 5 a 10 KM, existe uma joelheira para este tipo de problema, estas mostradas neste material têm alguma que possa me ajudar a retornar com esta atividade?

    • Dr. Adriano Leonardi
      Postado as 11:56h, 02 maio Responder

      Entendo a ansiedade que a lesão pode estar te causando, mas fica difícil eu emitir uma opinião sem ver teus exames e te examinar minuciosamente.
      Costumo tratar pacientes que praticam corrida e tem desgaste cartilaginoso na patela com infiltração do joelho com acido hialuronico com excelentes resultados
      Se puder passar em consulta comigo, será um prazer pode te ajudar. O endereço e telefones do consultório sao:

      Rua Bento de Andrade,103
      Ibirapuera SP/SP
      Tels. (11) 2507 9021/2507 9024

      Cordialmente,

      Dr Adriano Leonardi

  • Ana clara
    Postado as 17:00h, 07 maio Responder

    Olá
    Qual a diferença do uso de joelheira elástica com orifício e sem orifício para quem tem condromalasia?

    • Dr. Adriano Leonardi
      Postado as 12:16h, 09 maio Responder

      Oi, Ana.
      Nao existe nehuma difrença biomecánica.
      Apenas mais ou menos conforto.

  • José Pedro
    Postado as 01:12h, 23 agosto Responder

    Eu fiz uma ressonância magnética do joelho e o resumo foi Osteoatrite desgaste da cartilagem.
    Gosto de jogar tênis.
    Posso usar uma joelheira? Qual tipo?
    Grato

    • Dr. Adriano Leonardi
      Postado as 15:54h, 25 agosto Responder

      oi, Jose.
      Antes de pensar no uso da joelheira, é muito importante passar por avaliação de um traumatologista do esporte para poder acompanhar a lesão e não deixar que ela o impeça de continuar no esporte.
      abs

  • Denis
    Postado as 16:22h, 29 agosto Responder

    Boa tarde doutor. Tive uma torção joelho e fiz ressonância e a impressão foi estiramento LCA e LCM e endema ósseo contusional na tíbia. Ao apresentar laudo tive notícia tinha reconstruir ” opera”. Fisioterapia resolver ou tem realmente fazer operação? E qual joelheira indicaria pra mim continuar esporte “futebol” para Previnir lesão novamente? Obrigado.

    • Dr. Adriano Leonardi
      Postado as 19:21h, 29 agosto Responder

      oi, Denis!
      Respondi em seu email

Poste um Comentário