fbpx
 

Joelho inchado: tratamento imediato

Joelho inchado tratamento imediato

Joelho inchado: tratamento imediato

Como já dito em outros artigos, existem diversas causas de inchaço (água) no joelho. A lesão da cartilagem articular (condropatias e artrose do joelho) responde por 80% desses casos, seguida de outras causas como a gota, doenças inflamatórias reumáticas tumores infecção.

Independentemente da causa, o joelho inchado leva a diversas consequências adversas conhecidas como inibição muscular e distúrbios biomecânicos. Em outras palavras, o excesso de líquido dentro da articulação faz com que toda a musculatura do joelho, dos quadris e lombar funcione de maneira incorreta. Agravando, então, a dor e outros distúrbios, como a bursite no quadril e dores nas costas. 

Por esse motivo, deve ser tratado de maneira correta e o mais rápido possível. Um joelho cronicamente inchado leva a fraqueza, redução da amplitude de movimento, ou seja, dificuldade de dobrar e esticar o joelho, e a perda da qualidade de vida.

Mas, afinal, o joelho inchado requer cuidados médicos e quando pode ser tratado em casa? 

A resposta é: depende!

Como existem mais de 20 causas de inchaço no joelho descritas, o ideal é que o tratamento seja sempre direcionado à forma como o joelho inchou:

  1. Joelho inchado após atividade física: existe grande chance de ser secundária a uma lesão na cartilagem, como a condromalácia ou artrose pré-existentes. Ou, ainda, por irritação de estruturas como a plica sinovial medial, uma espécie der membrana presente em nossos joelhos, que aumenta de tamanho e fica irritada quando praticamos alguma atividade física sem o preparo para tal. Neste caso, o ideal é de aplicar compressas de gelo por 20 minutos a cada 4h durante 2 dias. Não havendo melhoria, o ideal é consultar um médico;
  2. Inchaço no joelho após entorse ou contusão: neste caso, o excesso de líquido pode ser sangue e existe enorme chance de ruptura de estruturas como o ligamento cruzado anterior ou meniscos. Novamente, aplicar compressas de gelo por 2 dias. Não havendo melhoria, havendo agravo da dor e dificuldade de caminhar, consulte um médico;
  3. Inchaço espontâneo, sem causas aparentes, principalmente se associado a inchaço em outras articulações: procurar um médico reumatologista. Existe enorme chance de haver doença reumática de base. O médico pode remover o fluido de um joelho usando um processo chamado aspiração ou punção e, idealmente, enviar o líquido para análise laboratorial;
  4. Joelho inchado de maneira súbita após consumo de frutos-do-mar, carne vermelha ou abuso de álcool: procurar um médico para tratar uma possível gota.

 

Além disso, vale ressaltar os casos em que você deve procurar médico em caráter de urgência:

  • Quando tem febre de 38° C ou mais e a pele sobre o joelho fica quente ou vermelha;
  • Joelho inchado em crianças;
  • Joelho inchado sem causa aparente, com pele lisa, brilhante e com caroço endurecido logo abaixo.

 

Como tratar um joelho inchado em casa

Em muitos casos, um joelho leve a moderadamente inchado pode ser tratado em casa. O atendimento domiciliar geralmente envolve repouso, gelo e compressão.

Como isso deve ser feito?

1. Repouso

O repouso ajuda no reparo e recuperação. Faça uma pausa nos esportes e outras atividades por 15 dias pelo menos. A articulação não deve ser imobilizada na maioria das vezes. Pessoas com inchaço no joelho devem tentar flexionar e endireitar o joelho suavemente várias vezes ao dia para manter a amplitude de movimento.

2. Gelo

Como dito anteriormente, o gelo é um tratamento fácil e eficaz para o inchaço excessivo do joelho. Isso se deve a:

  • Contração dos vasos sanguíneos, diminuindo o fluxo sanguíneo e a inflamação;
  • Produção de fluido articular do joelho;
  • Redução da sensação da dor, consequentemente com melhoria da função da articulação.

Mas, atenção!

O gelo não deve ser aplicado diretamente na pele. Evite queimaduras na pele colocando uma toalha ou outro material entre a bolsa de gelo e a pele. A compressão consiste em envolver a articulação afetada com uma bandagem elástica ou toalha levemente apertada. 

3. Elevação

Elevar a perna afetada pode ajudar a reduzir o fluxo sanguíneo para o joelho, ajudando a aliviar a inflamação, o inchaço e o desconforto. Idealmente, a perna afetada deve ser elevada acima do coração. Para fazer isso, deite-se com o joelho e a panturrilha apoiados em travesseiros. Sentar-se com a perna afetada elevada em um banquinho ou pufe é considerado menos eficaz porque o joelho está abaixo do coração.

Aquelas pessoas que lidam com inchaço crônico no joelho podem considerar a compra de um travesseiro de elevação de perna. Essas almofadas são normalmente feitas de espuma e especialmente projetadas para fornecer um suporte firme e confortável.

Procedimentos médicos para o joelho inchado

Quando o joelho está muito inchado, e não se consegue flexioná-lo mais que 60 graus, a aspiração articular deve ser realizada prontamente.

Quando realizado em uma cápsula articular, esse processo é denominado aspiração articular ou artrocentese. Quando realizado em uma bursa, esse processo é denominado aspiração bursal.

Depois da punção do joelho, o que é avaliado?

O médico anotará a cor e a viscosidade do fluido aspirado e poderá enviá-lo a um laboratório para análise posterior. A determinação do conteúdo do fluido pode levar a um diagnóstico preciso. Por exemplo, cristais de ácido úrico no fluido articular indicam gota, enquanto bactérias no fluido indicam infecção.

Como dito anteriormente, a aspiração e o exame do fluido são etapas diagnósticas importantes porque a causa subjacente do inchaço do joelho determinará o tratamento médico apropriado.

Enfim, a história clinica, o exame físico, os exames de imagem e a análise do líquido puncionado auxiliarão no diagnóstico e na melhor conduta para o paciente.

Confira também o vídeo: POR QUE O JOELHO INCHA? As 10 principais causas de derrame articular ou água no joelho

Dr. Adriano Leonardi
[email protected]

Dr. Adriano Leonardi possui 20 anos de experiência em Ortopedia. É Médico Ortopedista Especialista em Joelho; Mestre em Ortopedia e Traumatologia; Médico do Esporte; Membro da Diretoria da Sociedade Paulista de Medicina Desportiva; Colunista e Consultor dos Sites 'Eu Atleta' e 'Globo Esporte'. Agende sua Consulta: (11) 94754-9183

Não há comentários

Poste um Comentário

Olá!

Gostaria de receber uma ligação?