fbpx
 

Geno valgo

O que é geno valgo?

Geno valgo

O joelho é a maior articulação do corpo humano e, por conta de sua anatomia, também é uma das mais sensíveis. As variações no alinhamento desta articulação causam uma sobrecarga que pode ser nociva à saúde do joelho. Neste sentido, desalinhamentos como o joelho varo (rótula voltada para fora) ou valgo (rótula para dentro), são grandes vetores de lesões nesta região.

 

O geno valgo trata-se de uma condição em que ambos os joelhos apontam um para o outro, e não para frente, como deveria ocorrer. Geralmente, isso acontece pois o indivíduo possui os seus fêmures direcionados para dentro, com os quadris em constante rotação interna.

 

Em indivíduos que possuem o geno valgo, o fêmur faz o movimento de rotação para dentro, devido à alguma deformidade estrutural no corpo. Além disso, isso ainda pode ocorrer devido à falta de fortalecimento em músculos e ligações que dão sustentação ao joelho.

Eixo mecânico e eixo anatômico?

O eixo mecânico e o eixo anatômico são os dois parâmetros de alinhamento das nossas pernas.

 

Geno valgoO eixo mecânico é o eixo ou linha de sustentação do peso através do osso. No caso de um osso reto como a tíbia, os eixos mecânicos e anatômicos são os mesmos. Contudo, o eixo mecânico do fêmur é diferente do eixo anatômico. O primeiro está em valgo de 5–7° em relação ao eixo anatômico. O ângulo tibiofemoral mecânico (1,3 ± 2° varo) ou ângulo tibiofemoral anatômico (6 ± 2° valgo) podem ser usados ​​para denotar o alinhamento normal da articulação do joelho.

 

Por sua vez, o eixo mecânico normal do joelho é definido como uma linha que vai do centro do quadril ao centro do tornozelo. O alinhamento normal é definido quando esta linha passa pelo centro do joelho.

 

Uma linha que desce em direção à lateral do joelho indica que a extremidade inferior está em valgo. Vale destacar que o alinhamento em varo é mais comum em homens do que em mulheres.

 

Essa deformidade em valgo geralmente é definida quando o ângulo anatômico tibiofemoral é igual ou maior que 10°. Uma vez que o eixo de sustentação de peso do membro inferior segue o eixo mecânico, um alinhamento em valgo aumentará a carga no compartimento lateral do joelho. Segundo Paley e Tetsworth, a articulação do joelho não é perpendicular ao eixo mecânico do membro inferior, mas girada internamente em 3°.

Quais os riscos do joelho em valgo

Para indivíduos que possuem o joelho valgo, é muito importante tomar bastante cuidado na prática de exercícios, visto que existem exercícios que podem acentuar esta condição e causar severas lesões.

 

artrosePor isso, é sempre importante contar com um profissional qualificado para a prescrição de exercícios e cargas adequadas para esta condição. Em casos em que este desalinhamento é acentuado, diversos problemas e lesões podem surgir, tais como:

 

  • Artrose;
  • Bursite;
  • Tendinite.

 

+ Artrose do joelho: quais são os sintomas

 

Em casos de valgismo exagerado do joelho, as estruturas musculo ligamentares irão apresentar um certo encurtamento. Há também o alongamento e fraqueza do músculo vasto medial (porção do quadríceps femoral), além do retináculo lateral e a banda iliotibial, sendo alguns dos exemplos das consequências do valgismo exagerado.

 

Deste modo, somando o desalinhamento do ligamento patelar e o tendão do quadríceps, com a maior potência do músculo vasto lateral em detrimento ao medial durante ações de co­contracão, a patela será vagarosamente tracionada, facilitando assim lesões como subluxação e luxação patelar.

 

frouxidão ligamentarExistem alguns fatores que tornam a condição de geno valgo propensa, tais como:

 

  • Alargamento da pelve;
  • Ângulo de anteversão femoral acima de 15º, no qual causa a rotação interna do fêmur;
  • Frouxidão dos ligamentos colaterais mediais do joelho;
  • Torção tibial externa;
  • Pronação excessiva da articulação subtalar, cuja alteração biomecânica é a causa de mais da metade das lesões das articulações do joelho.

 

Os fatores citados propiciam a compressão lateral da articulação tibiofemural. Sendo assim, esta condição faz com que ocorram compensações biomecânicas, com retração significativa da banda iliotibial e sobrecarga da articulação patelofemural.

 

Tal condição pode causar a “Síndrome da dor patelofemural “, também conhecida como “Síndrome do alinhamento inadequado da patela“. Esta síndrome causa intensas dores, principalmente na face anterior do joelho.

Exame clínico do geno valgo

A questão primordial é a incapacidade funcional que o paciente enfrenta e a intensidade da dor. Contudo, dor, limitação das atividades de vida diária, aumento da deformidade angular e piora da instabilidade são as queixas habituais.

 

diagnóstico do geno valgoO tratamento é baseado na gravidade dos sintomas. A coexistência de outras patologias que afetam as articulações, como a artrite reumatoide (AR) e a gota, deve ser avaliada e tratada simultaneamente.

 

Com as radiografias disponíveis, deve-se fazer um template preliminar para se ter uma ideia aproximada do nível de ressecção, ângulo de valgo a manter e dimensionamento dos componentes. A ampliação de 20% é para o que a maioria dos modelos é feita.

 

Para a tíbia, uma linha é traçada ao longo do eixo anatômico tibial e em seguida, uma linha perpendicular é traçada no nível do planalto tibial lateral. Isso fornecerá a profundidade da ressecção a ser tomada. Tente evitar saliências.

 

A inclinação tibial precisa ser avaliada em vista lateral. Alguns gabaritos/ inserções tibiais possuem inclinação embutida. Portanto, um conhecimento profundo do sistema que você usa é essencial para reconstruir a inclinação.

 

Por último, a dor devido a outras causas, como patologias neuromusculares e lombossacrais, também deve ser descartada. Na deformidade em valgo fixo, as estruturas laterais são rígidas e os ligamentos mediais relaxados. Assim, quando é feita uma liberação lateral padrão de tecido mole, a frouxidão resultante será muito maior do que no pré-operatório e geralmente requer o uso de próteses restritas.

Tratamento para geno valgo

A correção da deformidade em valgo na artroplastia total do joelho não é uma xícara de café para todos. Defeitos ósseos associados e contraturas ligamentares aumentam a dificuldade.

 

+ Prótese total de joelho: como é feita a cirurgia?

 

A liberação sequencial das estruturas rígidas laterais, corrigindo a deformidade e equilibrando o joelho, é um trabalho complicado. Um planejamento meticuloso, habilidade cirúrgica, backup de implante adequado e uma equipe de fisioterapia ativa, são obrigatórios para atingir os resultados funcionais desejados em uma artroplastias total de joelho valgo.

Saiba Mais

1 Comentário
  • maria de fatima
    Postado as 18:39h, 06 abril Responder

    diagnostico de geno valgo. esclarecimento.

Poste um Comentário

Olá!

Gostaria de receber uma ligação?