Prevenção da Tendinite do Corredor – Síndrome da Banda Iliotibial

Prevenção da Síndrome do Trato Iliotibial

Quais exercícios evitar?

 

Compreender a importância da simetria no corpo é útil na prevenção da síndrome da banda iliotibial. Quando as atividades alteram essa simetria, podem ocorrer sintomas. Podem ocorrer sintomas em corredores que sempre correm na mesma direção em uma pista coberta ou que sempre correm do mesmo lado de uma estrada inclinada. Isso causa uma inclinação artificial para a pélvis e aumenta o risco de desenvolver inflamação e dor.

 

Ao correr em ambientes fechados, é aconselhável mudar de direção ao percorrer distâncias maiores. Embora a corrida em direção ao trânsito seja uma importante estratégia de segurança, encontrar uma maneira de correr no lado oposto da rua com segurança pode minimizar o risco de desenvolver a síndrome da banda iliotibial.

 

Os ciclistas correm o risco de desenvolver a síndrome da banda iliotibial quando tendem a pedalar com os dedos dos pés voltados para dentro (rotação interna), o que pode causar um alongamento anormal da banda iliotibial no joelho. Estar ciente da técnica de pedalada e ajustar corretamente os pedais e clipes pode minimizar o risco de desenvolver sintomas.

 

Manter os músculos e outras estruturas alongadas é uma parte importante da prevenção de muitas lesões musculoesqueléticas, incluindo a síndrome da banda iliotibial.

 

Por fim, o acompanhamento de seu treino por um profissional de educação física qualificado é de suma importância para que nao hajam erros de volume e intensidade.

 

Continue lendo

 

+ O que é a Tendinite do Corredor – Síndrome da Banda Iliotibial
+ Diagnóstico da Tendinite do Corredor – Síndrome da Banda Iliotibial
+ Tratamento Não Cirúrgico da Tendinite do Corredor – Síndrome da Banda Iliotibial
+ Tratamento Cirúrgico da Tendinite do Corredor – Síndrome da Banda Iliotibial