Condropatias: mitos e verdades

Condropatias: mitos e verdades

Compartilhe:

As lesões da cartilagem das articulações do nosso corpo e sua evolução envolvendo dor, inchaço, deformidades e perda de função são, sem dúvida, um dos maiores desafios da medicina atual.

Por se tratar de um tecido avascular, de poucas células e muitas matrizes extracelulares, é considerado de baixo turn over, ou seja, de difícil cicatrização. Felizmente, com a chegada de novos procedimentos regenerativos direcionados à lesão cartilaginosa, o que era o mito passou a ser verdadeiro e vice-versa.

Seguem abaixo as principais mitos e verdades sobre as condropatias e lesões na cartilagem:

1 – Joelho inchado após uma lesão na cartilagem é provisório. Basta fazer um gelo, fortalecer e voltar ao esporte.

Mito!

A ciência provou nos últimos cinco anos, que uma vez lesada a cartilagem, seguida de inchaço que chamamos de sinovite artrítica, haverá a liberação entra-articular de enzimas que, gradativamente, destruíram a cartilagem. Por isso, a doença tem que ser diagnosticada e controlada o mais precoce possível.

Condropatias mitos e verdades

2 – Cartilagem não se regenera.

Mito!

Com a chegada de novas tecnologias de imagem, principalmente ressonância magnética, é possível que seja estimada a regeneração (mesmo que lenta) do tecido após qualquer procedimento regenerativo. Isso ainda é tema polêmico e segue sobre estudo.

3 – Nem toda a técnica utilizada na regeneração de cartilagem eficaz.

Verdade!

O bom resultado de um procedimento depende da indicação, da qualidade técnica da equipe médica, da qualidade da reabilitação e, principalmente, da idade, fatores genéticos inerentes ao próprio paciente.

4 – A infiltração no joelho com ácido Hialurônico serve apenas para lubrificar e tem efeito paliativo.

Mito!

Estudos publicados nos últimos cinco anos têm demonstrado o chamado efeito biológico do ácido e allure único, agindo principalmente na cascata inflamatória da sinovite artrítica que pode conduzir ao desgaste completo da articulação, denominado de artrose.

Condropatias mitos e verdades

5 – Nem todos os procedimentos regenerativos estão disponíveis no Brasil.

Verdade!

Infelizmente, tanto no Brasil, quanto em outros países do mundo, procedimentos como a cultura de Condrocitos ainda não é regulamentado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

6 – As terapias regenerativas impedem que é uma pessoa chegar a utilizar uma prótese.

Mito!

Estatisticamente, os procedimentos regenerativos têm melhor resultado em pacientes mais jovens e com lesão cartilaginosa focal e resultados mais pobres quando associados a artrose.

7 – Quem pratica esportes degenera mais rápido as articulações.

Mito!

Diversos estudos mostraram que uma pessoa ativa, dentro dos seus limites fisiológicos, tem proteção das articulações ao praticar esportes e realizarem o trabalho de fortalecimento. Sedentários tendem a degenerar cartilagem mais rápido.

8 – A utilização de colágeno, garra do diabo, Glicosamina, MSN, extrato de abacate dentre outros atuam na regeneração da cartilagem.

Mito!

Este é um tema controverso e todos os estudos sérios, sem o patrocínio da indústria farmacêutica, que mostraram que os resultados da utilização desses medicamentos e suplementos alimentares têm resultado semelhante ao placebo no alívio de dor e modificação dos exames de imagem. Frente a isso, órgãos como a Sociedade Internacional do Estudo da Cartilagem (OARSI) preconizou o que seu uso deve ser descontinuado caso o paciente não sinta melhoria após seis meses de uso.

9 – Esportes como o Crossfit lesionam mais cartilagem.

Mito!

Tanto o Crossfit, quanto outros esportes, quando praticados dentro dos limites fisiológicos, bem orientados, periodizados e sem exageros, protegem as articulações.

Condropatias mitos e verdades

10 – Recuperação de qualquer cirurgia cartilaginosa é lenta.

Verdade!

Como dito na primeira questão, a cicatrização da cartilagem é muito lenta e os resultados finais costumam ser observados de seis a oito meses, dependendo da extensão, localização, fatores individuais e reabilitação.

 

Veja mais sobre condropatias:

 


Compartilhe:
Dr. Adriano Leonardi
dr@adrianoleonardi.com.br

Dr. Adriano Leonardi possui 20 anos de experiência em Ortopedia. É Médico Ortopedista Especialista em Joelho; Mestre em Ortopedia e Traumatologia; Médico e Fisiologista do Esporte; Membro da Diretoria da Sociedade Paulista de Medicina Desportiva; Colunista e Consultor dos Sites 'Eu Atleta' e 'Globo Esporte'. Agende sua Consulta: (11) 2507-9021 ou 2507-9024

2 Comentários
  • Eleni
    Postado as 18:01h, 29 junho Responder

    Olá sou Eleni de Curitiba fiz cirurgia de artrose no joelho esquerdo em dezembro de 2018 também duas infiltrações com EFEXA no entanto tenho muita dor para andar e ficar de pé . O médico disse que tenho artrose de uma pessoa idosa e sou candidata a cirurgia para prótese. Tenho 57 anos

    • Dr. Adriano Leonardi
      Postado as 09:04h, 01 julho Responder

      Oi, Eleni.

      Para te responder isso, precisaria te examinar e ver as imagens de seus exames.
      Se puder passar em consulta comigo, será um prazer pode te ajudar.

Poste um Comentário