fbpx
 

Hofite ou síndrome de Hoffa o que é, diagnóstico e tratamento

Hofite ou síndrome de Hoffa o que é, diagnóstico e tratamento

hofite ou síndrome de hoffa

Também conhecida como edema do coxim gorduroso do joelho, a síndrome de Hoffa é uma condição inflamatória que afeta a região do joelho. Suas causas podem envolver desde lesões, até fatores genéticos e trazem bastante dor e desconforto para as pessoas afetadas. Assim sendo, saiba mais sobre esse problema a seguir e veja como preveni-lo e tratá-lo de forma simples e efetiva.

Entendendo a síndrome de Hoffa

Em primeiro lugar, há diferentes tipos de lesões e problemas que podem afetar a região do joelho. Neste sentido, a síndrome de Hoffa se caracteriza por uma inflamação na chamada gordura de Hoffa, ou interpatelar, que fica abaixo da patela.

Quando isso acontece, essa gordura pode fazer com que ela aumente de tamanho, além de sofrer hemorragia ou até mesmo, processos de fibrose. Há diferentes causas para esse tipo de problema, de forma que as principais incluem:

  • Movimentos inadequados da região que causam microlesões no tecido gorduroso;
  • Movimentos de hiperextensão (esticar demais) do joelho e de rotação inadequada da região;
  • Predisposição genética;
  • Lesões e problemas gerais no joelho, que podem afetar a região onde está o tecido. Ou seja, a hofite geralmente está presente em outras sobrecargas do joelho, como a condromalácia, a tendinite patelar e quadricipital, síndrome do atrito do trato iliotibial, dentre outras.

+ Condromalácia patelar

Quais os sintomas da síndrome de Hoffa?

Quando a pessoa sofre com essa condição, apresenta sintomas como dor ao flexionar e estender o joelho, desconforto e dificuldade de movimentar a região. É aquela sensação de que o joelho está mais “duro” para esticar e flexionar.

De forma geral, esse problema é bastante comum em atletas profissionais e amadores. Mas a boa notícia é que na maioria dos casos a solução para tratar a síndrome de Hoffa não requer cirurgia.

Diagnóstico e tratamento da síndrome de Hoffa

hofite ou síndrome de hoffaNa medida que você sentir qualquer um dos sintomas relacionados a esse problema, a primeira coisa a ser feita é procurar um ortopedista. A partir do momento em que esse profissional diagnosticar o problema, ele poderá indicar alguns tratamentos, tais como:

  • Prática de sessões de fisioterapia para restabelecer os movimentos;
  • Uso de medicamentos anti-inflamatórios;
  • Uso de faixas de compressão e de alinhamento no local;
  • Imobilização temporária da região;
  • Infiltrações no joelho (quando aplicável).

+ Viscossuplementação do joelho

Quando esse tipo de tratamento é feito corretamente, os resultados para melhora aparecem a partir de dois meses.

Existe tratamento cirúrgico?

Uma das recomendações mais importantes é de que o paciente somente deve recorrer à cirurgia para a hofite apenas em última instância. Isto porque, remover ou alterar a gordura da região pode causar ainda mais dor em médio e longo prazo.

Além disto, também é necessário que a pessoa que estiver tratando deste problema siga todas as recomendações para se recuperar da síndrome. Isto envolve:

  • Não forçar a região do joelho durante o período de recuperação. A isso chamamos de repouso programado;
  • Respeitar os próprios limites na retomada de suas atividades periódicas;
  • Para atletas, é preciso retomar os treinos e exercícios aos poucos;
  • Realizar alongamentos e aquecimentos de forma periódica para acelerar a cura.

Em alguns casos, atividades como Pilates são bastante recomendadas para reestabelecer os movimentos e a força da região do joelho. Além disto, também é preciso realizar consultas periódicas com o ortopedista para ver como está a saúde do joelho de forma geral.

Prevenção da Hofite

hofite ou síndrome de hoffaAs medidas mais indicadas para prevenir esse tipo de inflamação na gordura de Hoffa são:

  • Fortalecer a musculatura do quadril;
  • Fortalecer os músculos anteriores da coxa;
  • Utilizar bandagens funcionais para manter a patela alinhada, quando necessário;
  • Realizar avaliação pré-participativa antes de ingressar em determinado esporte;
  • Treinar sob a supervisão de um profissional da educação física;
  • Manter o acompanhamento com um ortopedista de confiança.

Siga essas orientações e você terá ótimos resultados para manter os seus joelhos sempre saudáveis e longe desse tipo de problema.

Quer Saber Mais Sobre Joelho?

 

Acesse nosso Canal no Youtube e Inscreva-se:

Dr. Adriano Leonardi
[email protected]

Dr. Adriano Leonardi possui 20 anos de experiência em Ortopedia. É Médico Ortopedista Especialista em Joelho; Mestre em Ortopedia e Traumatologia; Médico do Esporte; Membro da Diretoria da Sociedade Paulista de Medicina Desportiva; Colunista e Consultor dos Sites 'Eu Atleta' e 'Globo Esporte'. Agende sua Consulta: (11) 94754-9183

Não há comentários

Poste um Comentário