fbpx
 

Como tratar o menisco lateral discóide?

Como tratar o menisco lateral discóide?

Como tratar o menisco lateral discóide?

O menisco é um pedaço macio de fibrocartilagem que atua como um amortecedor das forças aplicadas ao joelho em todo o arco de movimento, protegendo a articulação. Existem duas dessas almofadas em forma de C em cada joelho. Em alguns casos, no entanto, pode ser necessário tratar o menisco lateral discóide, uma variação anatômica do joelho encontrada em 3% da população. Essa anomalia congênita, portanto, é relativamente rara e caracterizada pelo menisco mais largo e espesso que o habitual, tendo forma e textura diferentes.

 

Tratar o menisco lateral discóide: descubra como funciona

A maioria dos pacientes com menisco lateral discóide são assintomáticos. Isso significa que a variação anatômica não está causando nenhum problema nos joelhos e que essas pessoas conseguem levar uma vida completamente normal. Se esse for o caso, então o tratamento pode não ser necessário. 

Porém, é importante ressaltar a importância de ter o acompanhamento de um ortopedista especialista em joelho. Esse médico irá realizar avaliações biomecânicas e testes de equilíbrio de força, como a dinamometria, para reduzir o risco de contusões e entorses.

No entanto, em muitos casos, tratar o menisco lateral discóide é primordial porque ele tende a rasgar no centro, o que faz com que o paciente apresente sintomas semelhantes aos de uma ruptura do menisco.

Quando existe um menisco discóide com lesão, o tratamento pode ser:

 

Conservador

Normalmente, a escolha inicial de muitos médicos é pelo método conservador, principalmente quando há lesões crônicas, degenerativas e sem sintomas mecânicos.

A base do tratamento sem cirurgia inclui:

  • Reabilitação;
  • Exercícios para fortalecimento da musculatura dos membros e tronco;
  • Alongamento, equilíbrio e correção de movimentos inadequados do joelho;
  • Medicações para controle da dor e inflamação;
  • Infiltração no joelho se houver inflamação intensa nos tecidos que envolvem o menisco.

 

Cirúrgico

Já em casos de lesões agudas, grandes, com sintomas mecânicos intensos, como estalos fortes ou travamentos, associadas a lesões ligamentares e/ou que não melhoraram com tratamento conservador, opta-se por tratar o menisco lateral discóide com cirurgia. 

Nestes casos, hoje em dia a principal escolha é a artroscopia, pois é uma técnica minimamente invasiva. Além disso, não só permite uma avaliação completa da articulação, mas também a remodelação do menisco afetado, com retirada da porção central anormal e reparo de qualquer área lesada.

Para isso, o cirurgião ortopédico fará pequenas incisões ao redor do joelho e usará uma pequena câmera e instrumentos cirúrgicos para tratar o menisco lateral discóide. Esse procedimento é realizado sob anestesia e os pacientes podem ir para casa no mesmo dia.

 Além disso, após a cirurgia, a reabilitação é imprescindível para retornar o mais rápido possível às atividades que eram realizadas anteriormente.

 

Agende uma consulta com o Dr. Adriano Leonardi!

O menisco tem função de proteção da articulação. Por isso, o correto diagnóstico e o acompanhamento de um médico são essenciais para avaliar e decidir como tratar o menisco lateral discóide de forma adequada. Portanto, agende uma consulta agora mesmo com o Dr. Adriano Leonardi, ortopedista especialista em joelho!

 

Enquanto aguarda até o dia da consulta, aproveite para se inscrever no canal do Youtube e assistir ao vídeo abaixo para entender mais sobre menisco lateral discóide:

Dr. Adriano Leonardi
[email protected]

Dr. Adriano Leonardi possui 20 anos de experiência em Ortopedia. É Médico Ortopedista Especialista em Joelho; Mestre em Ortopedia e Traumatologia; Médico do Esporte; Membro da Diretoria da Sociedade Paulista de Medicina Desportiva; Colunista e Consultor dos Sites 'Eu Atleta' e 'Globo Esporte'. Agende sua Consulta: (11) 94754-9183

Não há comentários

Poste um Comentário

Olá!

Gostaria de receber uma ligação?