12 principais perguntas sobre lesões no menisco

12 principais perguntas sobre lesões no menisco

Compartilhe:

Como já descrevi em outros artigos, as lesões nos meniscos são muito frequentes na população em geral.

A grande maioria das lesões ocorrem em esportes de contato como o futebol, volley, basquete e lutas e, geralmente, após entorse do joelho. Por este motivo, é muito comum ocorrerem em associação a rupturas ligamentares, como o ligamento cruzado anterior (LCA) e colateral medial (LCM), por exemplo.

Já em pacientes acima de 50 anos, lesões chamadas de degenerativas são frequentes e ocasionadas por movimentos banais do dia-a-dia como agachar-se, por exemplo.

Seguem abaixo as 12 principais dúvidas que recebo em emails e mensagens por redes sociais:

 

1. O que são os meniscos?

Meniscos são estruturas fibrocartilaginosas em formato da letra C presentes no topo do osso denominado tíbia. Funcionam como anteparos para aumentar a congruência articular entre a tíbia e fêmur.

Ilustração dos meniscos medial e lateral

Ilustração dos meniscos medial e lateral

 

2. O que é o menisco medial?

É a estrutura localizada na parte de dentro do joelho. Auxilia na estabilização de anterior para posterior do ligamento cruzado anterior. Estatisticamente, costuma ser mais lesionado que o menisco lateral.

 

3. O que é o menisco lateral?

Estrutura localizada na parte externa do joelho. Como é mais inervada que o menisco medial, costuma doer mais quando lesionado.

Auxilia no movimento de rotação do joelho durante a flexão e extensão.

 

4. O que significa ruptura do menisco?

A Ilustração mostra os tipos de lesões meniscais

A Ilustração mostra os tipos de lesões meniscais

Significa que a estrutura sofreu algum tipo de lesão que pode ser desde um corte (rasgo), ou a formação de um “flap” ou uma alça de balde, ou seja, um pedaço acaba se destacando e fica solto “dançando” dentro da articulação.

 

5. Quais os sintomas do menisco rompido?

Os sintomas incluem dor, tanto na parte de dentro (menisco medial), quanto na parte de fora (menisco lateral) que se agrava durante a rotação do joelho, quando paciente se agacha ou estica demais o joelho.

Outro sintoma bastante como é a sensação de bloqueio ou travamento.

 

6. O que é a cirurgia do menisco?

Trata-se de um procedimento feito por vídeo (artroscopia do joelho), na  qual a lesão é tratada tanto pela retirada parcial do menisco (a isso chamamos de meniscectomia), quanto da sutura ou costura do menisco. Esta última tem ser tornado cada vez mais uma alternativa, principalmente entre pacientes mais jovens.

Foto retirada de uma artroscopia, onde a lesão do menisco foi suturada (costurada).

Foto retirada de uma artroscopia, onde a lesão do menisco foi suturada (costurada).

 

7. Menisco se regenera?

Infelizmente, os meniscos, assim como a cartilagem, são tecidos que tem um suprimento sanguíneo muito limitado (avasculares). Uma vez lesionados sua cicatrização é pequena e geralmente acontece nas lesões localizadas mais na borda (periferia) do que na região central.

 

8. Existe tratamento alternativo para a lesão do menisco?

Apesar de existirem poucos estudos publicados, existem tratamentos alternativos como o implante de células tronco e técnicas de micro-perfuração, denominadas “drilling”. Estas duas tem sido descritas para lesões em pacientes mais jovens.

Para pacientes mais velhos com lesões do tipo degenerativas, uma opção viável, além dos recursos da fisioterapia, é filtração do joelho com produtos como a triancinolina e o ácido hialurônico.

 

9. Porque o menisco medial é mais lesado?

Isso ocorre porque é uma estrutura menos móvel e, portanto, com menos capacidade suportar uma rotação do joelho em um entorse associado a lesão do ligamento cruzado anterior, por exemplo.

 

10. O que é a degeneração mixóide?

Trata-se de uma espécie de liquefação que ocorre dentro do menisco e faz parte do envelhecimento dessa estrutura, ou seja, em algum momento da vida a grande maioria das pessoas terá isso. Infelizmente, a degeneração mixoide pode levar ao que chamamos de lesão degenerativa ou meniscopatia degenerativa.

As setas vermelhas mostram a degeneração mixóide do menisco medial

As setas vermelhas mostram a degeneração mixóide do menisco medial

 

11. O que é a meniscopatia degenerativa?

Trata-se de uma lesão ligada ao envelhecimento desta estrutura, geralmente uma clivagem horizontal que pode ou não estar associado a formação de um cisto peri-meniscal, principalmente quando acomete o menisco lateral.

Ilustração mostra a degeneração do menisco medial

Ilustração mostra a degeneração do menisco medial

 

12. O que é extrusão meniscal?

Extrusão do menisco, assim como a lesão degenerativa, faz parte do envelhecimento dessa estrutura. Quando isso ocorre, o menisco “pula fora” do local de sua origem atômica e consequentemente, ocorre aumento da pressão cartilaginosa entre o fêmur e a tíbia podendo acelerar o processo de artrose. Quando presente, geralmente vem descrito na ressonância com menisco medial parcialmente extruso.

Recentemente, algumas técnicas de reimplante da raiz do menisco tem sido desenvolvidas para tratar essa lesão. Felizmente são possíveis de serem realizadas por vídeo.

A ressonância magnética mostra o menisco extruso (fora de sua localização anatômica).

A ressonância magnética mostra o menisco extruso (fora de sua localização anatômica).

 

Quer saber mais sobre Menisco?

 

 

Acesse nosso Canal no Youtube e Inscreva-se: 

 


Compartilhe:
Dr. Adriano Leonardi
dr@adrianoleonardi.com.br

Dr. Adriano Leonardi possui 20 anos de experiência em Ortopedia. É Médico Ortopedista Especialista em Joelho; Mestre em Ortopedia e Traumatologia; Médico e Fisiologista do Esporte; Membro da Diretoria da Sociedade Paulista de Medicina Desportiva; Colunista e Consultor dos Sites 'Eu Atleta' e 'Globo Esporte'. Agende sua Consulta: (11) 2507-9021 ou 2507-9024

2 Comentários
  • Fabiana
    Postado as 20:07h, 16 outubro Responder

    Boa noite!!!
    Meu filho de 14 anos pratica futsal e em uma das aulas sentiu uma forte dor no joelho direito. Foi feita uma ressonância e lá aparece: 1- Condropatia patelar; 2- Tendinopatia patelar; 3- Menisco lateral discóide com degeneração e extensa rotura; 4- Derrame articular. Me preocupa realmente o fato da cirurgia. Será que somente com exercícios físicos e fisioterapia ele consegue andar normalmente, sem passar pela cirurgia.

    • Dr. Adriano Leonardi
      Postado as 16:47h, 17 outubro Responder

      oi, Fabiana.

      Se ele estiver com sintomas da lesão do menisco discoide, geralmente operamos, tentando ao máximo possível suturar a lesão.

Poste um Comentário