fbpx
 

Derrame articular com sinais de sinovite, o que isso significa em seu exame?

Derrame articular com sinais de sinovite, o que isso significa em seu exame

Derrame articular com sinais de sinovite, o que isso significa em seu exame?

Exames, como a ressonância magnética do joelho, podem apresentar em seu laudo, a seguinte frase: derrame articular com sinais de sinovite e isso pode realmente deixar muita gente preocupada.

Mas o que de fato isso significa? Qual o protocolo a ser usado neste tipo de situação?

 

Primeiramente é importante entender como o derrame articular ocorre e o que é a sinovite. 

O que é derrame articular com sinais de sinovite?

 

O joelho, assim como as demais articulações do corpo, é composto por um líquido, chamado de líquido sinovial.  Ele funciona como um lubrificante para a articulação, , ajudando principalmente na nutrição e deslizamento da cartilagem. Quando, por inúmeras razões, como lesão cartilaginosa, artrose no joelho, sobrecarga, causas reumáticas ou por sangramento, temos um acúmulo deste líquido, pressionando a membrana sinovial, temos um derrame articular. 

No joelho, esse derrame articular é popularmente conhecido como “água no joelho”. Já falei neste artigo, sobre derrame articular. Mas e quando este quadro está associado a sinovite? Ou como dizem a maioria dos laudos, com sinais de sinovite?

 

A sinovite é a inflamação deste líquido. Ou seja, além do líquido estar acumulado, ela ainda está em processo inflamatório. É comum que isso gere dor e limitação nos movimentos. 

 

Derrame articular com sinais de sinovite

Então, de forma resumida, o derrame articular com sinais de sinovite é um acúmulo de líquido na articulação, somado a inflamação do mesmo. 

 

Quais as causas do derrame articular com sinais de sinovite?

De longe, a principal causa de derrame articular é a doença da cartilagem articular conhecida como CONDROPATIA. Isso pode ocorrer por distúrbios do movimento como, na condromalácia, traumáticas agudas como na lesão condral ou osteocondral aguda ou já em casos cronificados de desgaste cartilaginoso como na artrose do joelho.

A reação inflamatória de qualquer cardiopatia é muito intensa, irrita a membrana do joelho, conhecida como sinóvia e temos aí a sinovite artítica.

 

Além das condropatias, é  muito comum termos derrame articular com sinovite associada, em casos de problemas como artrite reumatoide, gota, artrose, pancadas ou rompimentos de tecidos. 

Neste caso, é fundamental que seu ortopedista, especialista em joelho, avalie o todo. O derrame articular com sinovite, geralmente não está sozinho, mas sim, associado a outros problemas. 

 

Qual o tratamento do derrame articular com sinovite?

 

Obviamente, vai depender muito de todas as questões associadas a ele. Afinal, como já mencionei, ele dificilmente acontece isolado, sem outras causas. 

Quando o derrame é pequeno, pode-se apenas entrar com medidas anti-inflamatórias como medicamentos via oral, gelo e fisioterapia.

 

derrame articular diagnostico tratamento 3

Em casos mais graves, nos quais o derrame articular pode causar muita atrofia muscular é necessária fazer uma retirada do líquido, conhecida como punção articular.

Na maioria das vezes, para se evitar a recidiva, a infiltração com produtos como a triancinolona e o acido hialuronico podem ajudar.

Muitas vezes, o liquido puncionado é muito precioso e deve ser enviado para analise laboratorial para a elucidação da causa do derrame.

Naturalmente, há diferentes estratégias de tratamento, a depender da individualidade de cada paciente. Além disso, é preciso avaliar também a reincidência deste derrame articular, pois há casos onde ele já aconteceu diversas vezes. 

 

Se estou com derrame articular, com sinais de sinovite, preciso me preocupar?

 

O derrame articular em si, não é algo tão grave. Porém, ele pode ser sinal de problemas maiores, que precisam de atenção e tratamento rápido. 

Se a sua ressonância magnética apontou o derrame articular e a sinovite, seu ortopedista precisará analisar o exame como um todo e buscar as causas deste problema. 

Desta maneira, será possível tratar com mais eficiência e atacar a causa do problema. 

Em resumo, procure um bom ortopedista. Com o tratamento adequado, feito no tempo certo, é possível minimizar bastante os danos. 

 

Se você quer saber mais sobre esta e outras causas do derrame articular, veja este vídeo:

Dr. Adriano Leonardi
[email protected]

Dr. Adriano Leonardi possui 20 anos de experiência em Ortopedia. É Médico Ortopedista Especialista em Joelho; Mestre em Ortopedia e Traumatologia; Médico do Esporte; Membro da Diretoria da Sociedade Paulista de Medicina Desportiva; Colunista e Consultor dos Sites 'Eu Atleta' e 'Globo Esporte'. Agende sua Consulta: (11) 94754-9183

Não há comentários

Poste um Comentário

Olá!

Gostaria de receber uma ligação?