Segundo a organização mundial da saúde (OMS), a artrose (desgaste da cartilagem) é a doença mais prevalente na população mundial, acometendo 70 a 80% das pessoas acima de 60 anos. Seus sintomas incluem dor progressiva, rigidez articular, dificuldade de locomoção, deformidades, perda do arco de movimento do joelho, ou seja, incapacidade de dobra-lo ou estica-lo de maneira completa; inchaço (água no joelho), falseio e fraqueza muscular progressiva.

Existe um consenso hoje em dia na Medicina do Esporte, de que todas as pessoas que possuem artrose devem manter-se ativas por 2 principais motivos:

  1. A artrose causa incapacitação progressiva levando à inatividade que, por sua vez, agrava doenças clínicas como o diabetes, doenças do coração, ansiedade, depressão e aumenta a incidência de cânceres.
  2. Atividade física moderada está ligada ao aumento da secreção de enzimas anti-inflamatórias que protegem a articulação da progressão do desgaste articular.

O melhor conhecimento de técnicas e das respostas fisiológicas de cada tipo de treinamento tem facilitado o que antes era extremamente proibido pelos ortopedistas: os exercícios para quem tem artrose.

Hoje, nosso conceito passa a ser o oposto: a prescrição de exercícios é fundamental no rol do tratamento da artrose e devem seguir 10 princípios fundamentais:

Exercícios para quem tem artrose

1. Individualidade

Como descrito acima, a doença tem um espectro enorme de sinais e sintomas que podem variar muito de pessoa a pessoa. Alguns podem ter mais dor, outros, mas rigidez e outros mais inchaço articular.

Além disso, existe uma ampla variação de força e habilidade de executar o movimento.

Portanto, os exercícios para a artrose devem ser prescritos de maneira individual por toda a equipe de profissionais de saúde.

2. Contração excêntrica

O conceito da contração excêntrica consiste em manter o músculo ativo, resistindo ao movimento. É o tipo de contração que temos no músculo anterior da coxa (quadríceps) quando descemos escadas. Este tipo de contração é fundamental na proteção da articulação ao movimento.

Dizemos que, quanto melhor a excentricidade, menos impacto na articulação e, portanto, menos agressão.

3. Isometria

O conceito da contração isométrica é o de manter a articulação estática, sem movimento e contra a resistência. Isso é fundamental para a musculatura do quadril e lombar que compõem o CORE. A contração isométrica destes músculos e da musculatura do joelho, são fundamentais na estabilização do joelho.

4. Fadiga concêntrica máxima

É fazer com que determinado grupo muscular seja treinado até sua fadiga máxima. Em pessoas que têm artrose, o método deve ser empregado com alguns cuidados para que não haja agressão articular descrita nos próximos itens.

5. Carga baixa

O conceito de quanto maior a carga, melhor a resposta muscular, tem cada vez mais caído por terra. Aumentar a carga do exercício aumenta a reação articular e isso pode levar a crises de reagudização de sintomas como dor e inchaço no joelho, principalmente no dia seguinte ao treino.

6. Alto número de repetições

Um número elevado de repetições é uma das principais estratégias para que a fadiga concêntrica máxima seja alcançada.

7. Bi ou tri séries

Realizar exercícios sem descanso entre as séries até que a exaustão seja atingida é uma estratégia inteligente e também pode levar à fadiga concêntrica máxima. Exemplo: treino em cadeira extensora seguida de avanços alternados.

8. Métodos adicionais como o GVT, Ponto zero, rest pause e dropset

Alternar o treino e utilizar destas técnicas não só ajudam o individuo que se trata de artrose a se adaptar ao treino, mas também aumentam a resposta fisiológica e levam à fadiga concêntrica máxima.

9. Treino aeróbico

Além do treino de força e equilíbrio, o treino aeróbico deve também entrar na periodização de treino. Aqui, todo o cuidado com a irritação da articulação deve ser tomado. Em geral, treino na bicicleta com altura e angulação adequadas do banco costumam ser os mais indicados. Alternativas são a caminhada, o transpotting, remo estacionário e exercícios na água, como a natação e a hidroginástica.

10. Planejamento nutricional

Quando se almeja aumento da força, o planejamento nutricional é de suma importância, especialmente quando se trata de pessoas acima dos 60 anos, pois necessitam de uma dieta mais rica em proteínas do que os mais jovens.

Cuidado!

Mesmo com todo cuidado na prescrição de exercícios para a artrose, em algum momento, os sintomas podem recidivar como dor e inchaço repentinos e o médico deverá ser sempre consultado.

Conclusão

A prescrição de exercícios para a artrose é uma tendência mundial. Junto a recursos como a infiltração no joelho com ácido hialuronôico e determinadas medicações pode evitar ou postergar tratamentos definitivos como a prótese total de joelho.

Em todos os indivíduos, a reavaliação medica deverá ser sempre realizada anualmente, verificando-se tanto a progressão da artrose, quanto os ganhos fisiológicos da prática esportiva.

Acesse nosso Canal no Youtube e Inscreva-se:

 

Postagens similares

18 Comentários

  1. Dr. Adriano, Boa Tarde.
    Tenho artrose, desgaste total no joelho, em nivel avançado. Tudo que o Sr. falou eu sinto.
    Tenho 77 anos, ando com andador em casa e recentemente comecei a usar uma joelheira.
    Tem me ajudado bastante.Mudei de convenio, e o novo convenio só aceita fazer a cirurgia após dois anos. Sera que vou aguentar até novembro de 2020. Só saio de casa com carro e só mesmo para ir ao médico, exames etc. Ja fiz todo tipo de exercicio. Pilates. Fisioterapia, hidroginastica, agora estou pensando em fazer musculação leve. Seus conselhos sobre exercicios foi muito importante. Tenho desgaste no joelho direito. Obrigada.

  2. Boa noite, infelizmente um tratamento com um médico do seu nível não é a realidade da maioria dos brasileiros
    Sei que tenho artrose,tenho 49 anos
    Faço fortelescimento, faço academia
    Sou uma mulher ativa
    Fiz por duas vezes aplicação com ácido hiarulonico, infelizmente perdi o meu convênio
    Não é pergunta é mais um desabafo
    A minha artrose e de família
    Estou lutando,e sei que vou ficar bem
    Não vou desistir
    Meu sonho é passar em consulta com vc
    Quem sabe em um futuro próximo??

  3. Excelente esclarecimento Dr. , é complicado encontrar uma academia séria para dedicar profissionais a seus clientes. Já fiz em duas academias, e eles me largam nos aparelhos e eu não sei exatamente o que posso fazer,uma vez que tenho artrose nos dois joelhos. Fazia caminhada todos os dias e agora não consigo mais. Já fiz uma série de fisioterapias e tenho a impressão de que elas serão para sempre né Dr. ? Vou segui-lo no youtube e amanhã ligo em seu consultório para maiores informações. Grande abraço.

  4. Olá Dr Adriano. Bom dia! Você poderia indicar um colega se de BH que segue a mesma linha de trabalho sua para o tratamento de artrose do joelho ?
    Meu caso de artrose do joelho direito é de grau 4 , mas não sinto dores e ainda consigo nadar e jogar tênis . Porém , tenho rigidez muscular, a extensão do joelho está limitada e a perna direta ou joelho direito está ficando valgo .
    Fui num ortopedista, saí recepcionado da consulta porque ele disse que o único tratamento é a prótese ….
    Obrigado

  5. Boa noite sou se Recife,amei as instruções que você passou Doutor. Faço cademia e pegava peso ,sinto dor leve no joelho e no quadril. tenho artrose leve no joelhos ,e no quadril .mas depois que li sua postagem ,não vou parar de fazer exercícios , musculação agora com menos peso.um abraço .vou seguir no YouTube.

  6. Tenho 44 anos tenho artrose nos 2 joelhos. Está limitando mto meus movimentos e dores 24 horas , não sei mais que faço , me dá uma direção….

  7. Boa noite dr, hoje passei por consulta e pelos exames de rx e ressonância o médico constatou uma artrose degenerativa..disse que tenho que passar por uma artroscopia e uma cirurgia no osso do joelho colocar pinos…estou apavorada com isso, você acha que devo procurar uma segunda opinião antes de me submeter a essas cirurgias?

  8. Bom dia Dr Adriano
    Por gentileza, gostaria de saber se posso fazer caminhada, tendo artrose no joelho esquerdo e prótese no joelho direito. Ainda, fazer exercícios na bicicleta ergométrica em casa é prudente usa-la. Sou mulher tenho 63 anos.

    Grata

    1. Oi, Maria

      Obrigado por sua participação.
      Entendo a ansiedade que a lesão possa estar te causando, mas para te responder isso, precisaria te avaliar.
      Examinar o paciente e ver os exames de imagem são fundamentais no diagnóstico e conduta.

  9. Olá me chamo Andréia tenho 34 anos estou com artrose no joelho , estou procurando um esporte que eu possa fazer … pois parei de trabalhar pq não consigo … estou muito acidentaria só dentro de casa isso acabou comigo

  10. Dra Adriano entrei aqui para agradecer pelo carinho com a recomendação do meu sistema. Zero que foi feito com muito muito amor à educação física e querendo ajudar as pessoas obviamente elevando o meu nível como professor de educação física e atleta obrigado demais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *