Diagnóstico da Tendinite do Corredor – Síndrome da Banda Iliotibial

Como o médico diagnostica a síndrome do trato iliotibial

O diagnóstico da síndrome da banda iliotibial começa pela história típica relatada pelo paciente de ingresso em determinada modalidade esportiva sem a orientação de um treinador, principalmente na corrida de rua e ciclismo; ou pessoas que ja treinam e fazem aumento súbito de volume e intensidade. O paciente descreve a progressão da dor lateral no joelho que piora quando o calcanhar atinge o solo. A dor surge após determinada quilometragem e, se negligenciada, agrava-se, dificultando atividades do dia a dia, principalmente em descidas.

 

No exame físico, a área da dor pode frequentemente ser palpada com sensibilidade e inchaço ao longo do epicôndilo femoral, onde a bolsa está localizada. O exame físico deve ser completo, incluindo a região lombar e das pernas, quadris, joelhos e tornozelos, sendo realizado para se descartar outras possíveis causas de dor lateral no joelho como a lesão do menisco lateral, por exemplo.

 

Por fim, testes biomecânicos verificando se existe ou sincronismo entre a musculatura do quadril e da coxa, testes de encurtamento da banda iliotibial e da força dos músculos dos quadris devem ser empregados e, se positivos, serão fundamentais no acompanhamento da lesão, principalmente na prevenção de sua recidiva.

 

As radiografias simples geralmente não são necessárias para ajudar no diagnóstico, mas a ressonância magnética pode ser usada para mostrar inflamação ao redor e abaixo da banda iliotibial e também excluir outras causas de dor no joelho externo, como lesão na cartilagem, ruptura do menisco lateral, lesão ao ligamento colateral lateral, inflamação do tendão patelar, etc.

 

Diagnóstico da Síndrome da Banda Iliotibial

Continue lendo

 

+ O que é a Tendinite do Corredor – Síndrome da Banda Iliotibial
+ Tratamento Não Cirúrgico da Tendinite do Corredor – Síndrome da Banda Iliotibial
+ Tratamento Cirúrgico da Tendinite do Corredor – Síndrome da Banda Iliotibial
+ Prevenção da Tendinite do Corredor – Síndrome da Banda Iliotibial