fbpx
 

Terapia regenerativa para lesão condral

Terapia regenerativa para lesão condral


O termo lesão condral é um problema que acontece quando cartilagem articular sofre danos, trazendo dor e desgaste no local, principalmente pelo atrito entre estruturas, como os ossos.

terapia regenerativa para lesão condralAs causas para esse problema são muitas, como excesso de carga e peso, além do uso da cartilagem para além de seus limites. Nesse contexto, a maioria das pessoas que sofrem esse tipo de contusão são praticantes de esportes de impacto.

Felizmente, estamos vivendo um grande avanço no tratamento deste tipo de doença, através da terapia regenerativa para lesão de cartilagem com diferentes processos que apresentam resultados animadores.

Levando em consideração os objetivos de restaurar os movimentos das articulações, eliminar a dor e retardar a osteoartrite, a medicina atual tem conseguido ótimos resultados por meio desse tipo de tratamento.

A importância da terapia regenerativa

terapia regenerativa para lesão condralQuando ocorre a lesão condral em qualquer cartilagem do corpo, o principal objetivo de qualquer tratamento é reconstruir a cartilagem danificada. Assim sendo, é importante fazer algumas considerações sobre o assunto:

  • A utilização da terapia regenerativa se foca em preencher o tecido danificado com enxertos e implantes;
  • Para isso o foco principal está na realização de procedimentos cirúrgicos no local, que muitas vezes envolvem perfurações seguidas de reconstituição posterior da área;
  • No entanto, atualmente existem formas menos invasivas de realizar esse processo. Mesmo que a cartilagem não tenha capacidade regenerativa natural, a medicina moderna encontrou formas de ajudar em sua reconstituição.

Há muitos estudos e protocolos validados, que permitem o tratamento de lesões condrais, com altos índices de sucesso.

A partir do uso de biomateriais, por exemplo, lesões tem sido tratadas sem a necessidade de um preenchimento agressivo no local.

Lesão de cartilagem e a terapia regenerativa

De forma geral, esse tipo de problema se faz mais presente em áreas específicas do corpo, como joelhos e quadril. Na medida em que a cartilagem dessas regiões é usada em excesso e acaba se desgastando, os resultados fatalmente envolvem a lesão condral.

Assim sendo, mesmo levando em consideração as diferenças entre as cartilagens dos seres humanos e dos animais, alguns métodos de terapia regenerativa tem apresentado excelentes resultados:

  • Uso de remédios de natureza farmacoterapia;
  • Cirurgias de preenchimento minimamente invasivas;
  • Métodos de reparação com uso de células tronco;
  • Métodos de regeneração muscular e de tecidos.

É claro que o sucesso desses procedimentos depende de alguns fatores específicos. O grau de cada tipo de lesão condral, o método de cura escolhido e o acompanhamento depois de feita a reparação do local são de extrema importância. As variáveis dessas circunstâncias é o que define o sucesso em obter os resultados esperados.

Algumas considerações relevantes

terapia regenerativa para lesão condralNa medida em que a tecnologia e a área médica evoluem em conjunto, diversas são as pesquisas para encontrar soluções a dores e problemas. Com relação a lesão de cartilagem e os diferenciais constitutivos dessas áreas a situação não é diferente.

É claro que há vários desafios quando se trata de realizar procedimentos eficientes nesses locais. Existem substâncias que contribuem para o fortalecimento da cartilagem, como o colágeno. Além disso, também é importante ter em mente que esse problema acontece em quatro graus distintos: leve, moderado, avançado e artrose. No pior dos casos há a osteoartrite.

Independentemente de optar por soluções como usar remédios, ou realizar procedimentos cirúrgicos, é importante ter algumas coisas em mente:

  • Entre as diferentes técnicas e métodos usados para esse problema, os estudos mais promissores a seu respeito envolvem a engenharia de tecido e as células tronco;
  • Quanto mais uma pessoa forçar o local onde tem lesão condral, pior serão as dores e o processo para regeneração da cartilagem;
  • Assim sendo, além de procurar um especialista logo ao ter contato com esse problema, também é indicado questionar qual o melhor método para seu caso.

Dicas e conselhos finais

terapia regenerativa para lesão condralCom relação aos métodos de terapia regenerativa para reparar a lesão de cartilagem, enxertos e implantes tem apresentado bons resultados em situações mais agravadas. Naturalmente é preciso ter consciência dos limites do corpo humano, mas de forma geral o resultado é positivo.

Algo importante que é preciso ter em mente sobre o assunto é o fato de que todo e qualquer tratamento leva certo tempo até surtir efeito. Além disso, o acompanhamento médico em cada etapa de sua recuperação é algo indispensável.

Há alguns sintomas que podem indicar o começo da lesão condral que você deve atenção:

  • Dores nas articulações;
  • Fisgadas onde estão suas cartilagens;
  • Dificuldade de mexer a área afetada;
  • Endurecimento nas articulações.

Todos esses processos podem se manifestar de diferentes formas e com intensidades variadas. Assim sendo, é importante estar atento aos sinais que o corpo dá. Além disso, fale com seu médico e entenda qual terapia regenerativa é mais indicada para cada grau de lesão.

Por fim, não se esqueça de que seja qual for o tratamento que você fizer, o processo de recuperação é lento e gradual. Por isto todas as alternativas aqui apresentadas requererão bastante repouso para recuperar a cartilagem.

Quer Saber Mais Sobre Cartilagem?

 

 

Acesse nosso Canal no Youtube e Inscreva-se:

 


Dr. Adriano Leonardi
[email protected]

Dr. Adriano Leonardi possui 20 anos de experiência em Ortopedia. É Médico Ortopedista Especialista em Joelho; Mestre em Ortopedia e Traumatologia; Médico do Esporte; Membro da Diretoria da Sociedade Paulista de Medicina Desportiva; Colunista e Consultor dos Sites 'Eu Atleta' e 'Globo Esporte'. Agende sua Consulta: (11) 94754-9183

Não há comentários

Poste um Comentário