fbpx
 

Água no Joelho, o que causa, tratamento e possíveis complicações

água no joelho

Água no Joelho, o que causa, tratamento e possíveis complicações

 

Você já ouviu falar ou então, já viu uma pessoa com o que é conhecido popularmente como “água no joelho”! Essa famosa expressão, refere-se à sensação quando o joelho fica inchado e acumula líquido dentro dele. Vamos entender um pouco como isso acontece. 

O joelho é envolto por um tecido chamado sinóvia ou membrana sinovial e quando há inflamação ou sangramento dessa membrana ou em alguma outra estrutura do joelho, chamamos de Derrame Articular ou popularmente “água no joelho”.

O líquido sinovial, presente dentro da membrana sinovial, é responsável pela lubrificação e nutrição de todas as partes dentro do joelho, os ligamentos, menisco, cartilagem. Além disso, o líquido sinovial possui células de defesa contra microrganismos patológicos que possam atingir a membrana. Quando ocorre um trauma ou qualquer processo inflamatório agudo ou crônico, esse líquido aumenta em volume no joelho, levando à sensação de pressão, inchaço, dor e até mesmo, algumas vezes, dificuldade de movimento. Por ser um líquido e este extravasar  as membranas que o envolvem, ocorre a sensação de “água no joelho”. 

 

água no joelho

 

Quais os sintomas de “água no joelho”?


Nem todas as vezes que o joelho inchar, quer dizer que há derrame articular, mas existem alguns critérios para se atentar e procurar o médico caso estejam ocorrendo:

  • O joelho muito inchado ou aparentar estar com uma grande alteração de volume
  • O joelho não estica totalmente ou não dobra como habitual
  • O joelho muito dolorido e não melhora com analgésicos tradicionais
  • Sensação que o joelho não vai conseguir aguentar o peso do corpo
  • A pele do joelho fica quente ou vermelha
  • Junto ao inchaço, há febre ou outro sintoma no resto do corpo
  • O inchaço presente por mais de 3 dias 

A consulta com o médico é importante para avaliar a gravidade junto à história contada pelo paciente e exame físico bem realizado. Se necessário, poderá ser necessário alguns exames de imagem como a ressonancia magnética para melhor diagnóstico do caso. 

água no joelho

O que posso fazer quando estiver com  água no joelho (joelho inchado)? 

Quando o inchaço no joelho não está dentro dos critérios citados acima, em alguns casos o tratamento inicia em casa. O repouso adequado pode já melhorar o inchaço.

Se atleta, a pausa nos esportes e outras atividades por 24 horas ou mais é muito importante. Não é necessário manter a articulação sem movimentar totalmente. A movimentação de forma leve, dentro dos limites, flexionando o joelho ajuda a manter a amplitude do movimento e ajuda na recuperação.

 

Leia também: Condropatia Patelar Grau 4: Diagnóstico e Tratamento

 

Se o joelho estiver inchado por mecanismo traumático na região, é necessário colocar gelo e elevar o membro para cima, para ajudar na drenagem do líquido.

O gelo é um tratamento fácil e eficaz para o inchaço do joelho, pois:

  • Faz com que os vasos sanguíneos próximos se contraiam, diminuindo o fluxo sanguíneo e a inflamação no local.
  • Atrasa a produção de fluido articular no joelho – a produção de líquido sinovial vai aumentar o inchaço.
  • Distrai a atenção o cérebro dos sinais de dor.

Aplique uma compressa fria no joelho por não mais de 20 minutos de cada vez, podendo repetir por várias vezes no dia.

O gelo não deve ser aplicado diretamente na pele pois pode provocar danos. Colocar uma toalha ou outro material entre a bolsa de gelo e a pele pode ajudar.

A terapia fria pode não ser recomendada para pessoas que têm Fenômeno de Reynaud ou alguma alteração nos nervos.

 

água no joelho

A compressão do membro também pode ser benéfica para quem está com água no joelho

Colocar uma amarração com bandagem elástica em volta da articulação pode ajudar a limitar ou reduzir o inchaço no joelho. 

São necessários os cuidados adequados para não apertar a circulação do local, por isso um curativo de 3 a 4 polegadas de largura é recomendado.

Em caso de dormência, formigamento, dor, inchaço ou frio, deve ser cessado. 

Elevação da perna

O objetivo é reduzir o fluxo sanguíneo do joelho, para ajudar a aliviar a inflamação, o inchaço e a dor. A perna que está com o joelho inchado deve ser elevada acima da altura do coração. Para fazer isso, deite-se com o joelho e a panturrilha apoiados em travesseiros. 

Usando essas dicas o inchaço geralmente diminui em 1 a 3 dias e se caso não, é necessário procurar ajuda médica.

Medicações Analgésicas

A medicação pode ser usada para aliviar o inchaço do joelho causado pela inflamação e a dor associada.

As opções comumente recomendadas incluem:

  • Medicamentos anti-inflamatórios não esteroides ou AINEs *, incluindo ibuprofeno e naproxeno, que podem reduzir a dor e o inchaço – para os pacientes que não possuem restrições aos aines *
  • Paracetamol, dipirona ou outros analgésicos, que não ajudam a aliviar o inchaço, mas podem aliviar a dor associada.
  • Medicamentos anti-inflamatórios de ação tópica, os adesivos com medicamento anti-inflamatórios, como o Diclofenaco, que são aplicados diretamente na pele sobre o joelho afetado e podem reduzir a dor e o inchaço. 

 

Caso não melhore, é muito importante procurar um serviço médico o mais rápido possível para que o médico identifique a causa e em alguns casos será necessário fazer uma punção de alívio com uma agulha.

Se for necessário e tiver indicação clínica, o médico poderá tirar esse líquido em excesso, o material colhido pode também ser enviado para análise em laboratório para identificação da causa desse inchaço.

 

água no joelho

Se a causa for traumática, aguda e há presença de sangue na pele da região ou hemartrose, não é necessário enviar a amostra para análise. O líquido que está com presença de sangue em excesso dentro do joelho está ligado ao sangramento de estrutura intrínseca. 

O diagnóstico será feito baseado na pesquisa de bactérias, fungos e bacilos da Tuberculose, presença de glicose, proporção de células presentes, além da análise do PH para delimitar a causa da reação inflamatória. 

É necessário fazer algum Exame Complementar quando há água no joelho? 

 

Quando possível, a complementação com os Exames de Imagem, como a Ressonância Magnética, para analisar o volume de cartilagem que foi degradado será solicitada. A Radiografia também é extremamente importante no diagnóstico e no tratamento em caso de artrose. 

O tratamento vai depender da causa, pois deve-se tratar o inchaço e sua causa após investigação completa.

 

Leia também: Desgaste do joelho, porque ele ocorre, diagnóstico e tratamento

 

O pedido de Exame de Sangue, caso haja suspeitas de algum tipo de Reumatismo, é necessário para afastar essa causa ou diagnosticá-la.

E em casos bem indicado, quando ainda não chegou à algum diagnóstico preciso, mesmo com exames de imagem, é possível fazer o que chamamos de Artroscopia diagnóstica (coloca-se a câmera dentro do joelho inchado através de dois furos, inspeciona e ali coleta-se fragmentos da membrana para análise patológica para posterior investigação da causa inflamatória oculta). 

Se você quiser saber mais, veja este vídeo que gravei para o meu canal no YouTube, falando sobre derrame articular:

 

Dr. Adriano Leonardi
[email protected]

Dr. Adriano Leonardi possui 20 anos de experiência em Ortopedia. É Médico Ortopedista Especialista em Joelho; Mestre em Ortopedia e Traumatologia; Médico do Esporte; Membro da Diretoria da Sociedade Paulista de Medicina Desportiva; Colunista e Consultor dos Sites 'Eu Atleta' e 'Globo Esporte'. Agende sua Consulta: (11) 94754-9183

Não há comentários

Poste um Comentário

Olá!

Gostaria de receber uma ligação?