Causas e Sintomas do Derrame Articular

Por Que o Joelho Incha?

Existem algumas razões pelas quais você pode ter um acúmulo de água no joelho. Na grande maioria das vezes, está ligado a um processo inflamatório dentro do joelho.

 

De maneira didática, vamos dividir em:

 

1. Uso Excessivo da Articulação (Lesão Repetitiva)

Ocorre quando você pratica uma atividade física na qual seu corpo não está preparado para isso. Ou seja, quando você bate aquela bolinha com os amigos, quando você faz aquela trilha ou quando entra na academia e da um “gas inicial”. Isso leva à irritação da membrana articular do joelho, que responde com excesso de liquido e o joelho incha. Temos aí, uma das principais causas de derrame articular.

 

2. Sinovite Artrítica

De longe, a principal causa de derrame articular. O termo traduz o popular desgaste da cartilagem.

 

Isso pode ocorrer tanto pelo uso inadequado do joelho em pessoas muito ativas, quando, na outra ponta, pela falta de uso em pessoas sedentárias. Tanto em uma, quanto em outra, existe forte componente genético e a degradação da cartilagem em estágios iniciais como na condromálacia patelar, quanto em estágios finais, como na artrose é denominada de condropatia.

 

3. Sinovite Vilonodular

Trata-se de um tumor benigno e raro do tecido sinovial do joelho de coloração marrom que surge sem causa aparente no joelho e, além da dor, pode também levar a derrames articulares de repetição e o tratamento definitivo vem através da artroscopia do joelho, retirando-se todo o túmor (se possível). Mesmo que isso seja feito, existe grande chance de recidiva.

 

4. Artrite Reumatoide

É a principal causa de reumatismo em nosso corpo. A doença ocorre principalmente em mulheres jovens e acontece porque o organismo começa a fabricar anticorpos contra a nossa articulação.

 

Neste processo de inflamação e destruição articular do joelho, que muitas vezes é muito intensa, o joelho incha. O rol de tratamento envolve medicações chamadas imuno-supressoras prescritas pelos reumatologistas.

 

5. Plica Sinovial Medial

Trata-se de uma invaginação da membrana que recobre o joelho e tem a função básica de ajudar a patela a deslizar. Porém, em pessoas que possuem a patela alta e hiperfrouxidão ligamentar, ela pode ficar presa e inflamar, gerando dor e bloqueio, tipicamente na região interna do joelho.

 

Após os 35 anos de idade, se não tratada de maneira correta, a plica pode tornar-se fibrótica, espessada e levar à lesão cartilaginosa secundaria.

 

6. Lesão Ligamentar do Joelho

Quando os ligamentos presentes dentro do joelho (intra-articulares), o ligamento cruzado anterior e cruzado posterior, rompem-se após uma contusão ou entorse, costumam sangrar bastante. Este acúmulo de sangue dentro da articulação é chamado em linguagem médica de hemartrose.

 

Quando o joelho incha após um trauma com ou sem estalido audível, estatisticamente, existe chance de 75 a 80% de ruptura do ligamento cruzado anterior (LCA).

 

7. Lesão meniscal

Os meniscos são os “amortecedores” do joelho e podem facilmente serem lesionados.

 

Existem dois tipos possíveis de lesão: a traumática aguda, comum em pacientes jovens, na qual o menisco rasga, gerando fragmentos como o flap ou a alça de balde durante uma entorse do joelho; e a lesão degenerativa, comum em pessoas acima dos 40 anos, gerando a fissura horizontal, lesão complexa e a extrusão.

 

Quando o menisco rompe, além do sangramento, existe também reação inflamatória intensa chamada de Peri-meniscite e o joelho incha, com derrame articular, muitas vezes volumoso.

 

8. Gota

A gota é uma doença típica de homens acima dos 40 anos de idade. Ocorre devido ao acúmulo de ácido úrico no sangue, tanto por aumento de sua produção, quanto por redução de sua depuração pelos rins. O ácido úrico é um produto da degradação de proteínas em nosso corpo. Quando acumulado, deposita-se em articulações, principalmente na do dedão, gerando reação inflamatória intensa.

 

9. Outras causas

Outras causas mais raras de derrame articular incluem, fraturas, infecção bacteriana, bursite pré-patelar e tumores malignos como o osteossarcoma.

 

+ As 10 Principais Causas de Inchaço nos Joelhos

Fatores de Risco do Derrame Articular

  • Idade: Sua probabilidade de desenvolver um joelho inchado relacionado à artrose aumenta com a idade;
  • Esportes: As pessoas que participam de esportes com risco de torção no joelho, como o basquete, futebol e vôlei têm maior probabilidade de experimentar os tipos de lesões no joelho que causam inchaço. Pessoas que praticam esportes de micro-trauma de repetição como a corrida também possuem este risco, principalmente aqueles que ultrapassam seus limites fisiológicos;
  • Sedentarismo: A ciência tem provado, cada vez mais, que pessoas sedentárias têm uma liberação de enzimas inflamatórias dentro das articulações, gerando maior reação inflamatória e destruição cartilaginosa. Estas mesmas enzimas estão ligadas ao infarto agudo do miocárdio;
  • Obesidade. O excesso de peso aumenta o estresse na articulação do joelho, contribuindo para a sobrecarga dos tecidos e articulações e para a degeneração do joelho, que pode levar a um joelho inchado.

Sintomas e Complicações do Derrame Articular

Os sintomas do derrame articular geralmente incluem:

 

  • Inchaço: a pele ao redor da rótula pode inchar visivelmente, especialmente quando você compara o joelho afetado ao normal;
  • Rigidez: quando sua articulação do joelho contém excesso de fluído, você pode não ser capaz de dobrar ou esticar completamente a perna;
  • Dor: dependendo da causa do acúmulo de fluido, o joelho pode ser muito doloroso – a tal ponto que é difícil ou impossível suportar o peso nele;
  • Sensação de joelho pesado: o deslizamento articular fica mais difícil;
  • Bloqueio: quando associado a lesões como a dos meniscos.

 

Sinais

Os sinais da água no joelho dependem da causa do acúmulo excessivo de fluído na articulação do joelho.

 

  • Aumento do volume do joelho: obviamente, o acúmulo de líquido vai gerar aumento de volume articular. Dependendo do volume, torna-se muito visível;
  • Vermelhidao e calor local: Está ligado tanto à gota (artrite gotosa aguda), quanto à infeção bacteriana;
  • Atrofia muscular: Geralmente ocorre quando o problema persiste por muito tempo, gerando o que chamamos de inibição artrogenica do quadriceps. Ou seja, o inchaço faz com que o músculo anterior da coxa atrofie e perca função, agravando o problema.

 

Derrame Articular - Causas e Sintomas

 

Complicações

Complicações de um joelho inchado podem incluir:

 

Perda muscular. Como dito acima, o fluído no joelho pode prejudicar o funcionamento dos músculos e causar fraqueza e atrofia dos músculos das coxas, mesmo que um treino de musculação seja mantido, pois o problema da perda de tônus tem base neurológica. Ou seja, o estímulo que parte do cérebro torna-se não efetivo.

 

O acúmulo de fluído no joelho pode levar à formação de um cisto chamado Baker (ou popliteo) na parte de trás do joelho. O inchado cisto de Baker pode ser doloroso, mas geralmente melhora com a fisioterapia. Se o inchaço for grave, muitas vezes é necessário remover o fluído (aspiração do cisto).

 

Derrame Articular - Causas e Sintomas

 

Continue Lendo

 

+ O que é Derrame Articular

+ Diagnóstico e Tratamento do Derrame Articular