Tratamento Cirúrgico da Lesão do Ligamento Colateral Lateral – LCL

Home > Joelho > Ligamentos > Lesão do Ligamento Colateral Lateral – LCL > Tratamento Cirúrgico da Lesão do Ligamento Colateral Lateral – LCL

Tratamento cirúrgico do ligamento colateral lateral

anatomia do joelho - ligamento colateral lateralComo dito anteriormente, a lesão Grau III em pacientes jovens e ativos determina a indicação cirúrgica da reconstrução do LCL. Lesões isoladas deste ligamento são raras e, geralmente envolvem a ruptura do canto posterolateral (CPL), composto por diversos ligamentos na região externa e posterior do joelho e, se não tratados, estão ligados a grande instabilidade, rápida evolução para artrose, além da falha na reconstrução de outros ligamentos como o cruzado anterior (LCA) e posterior (LCP).

 

Existem diversas técnicas para a reconstrução do ligamento colateral lateral isolado e associado ao canto póstero-lateral. A cirurgia é feita por via aberta e envolve a reconstrução de diversos ligamentos com diversos túneis osseos e fixação com parafusos. No lugar dos ligamentos rompidos, usamos tecido doador (enxerto) retirado do próprio paciente.

Recuperação após a cirurgia do ligamento colateral lateral

A reabilitação pós-operatória inclui o ganho de movimentos de 0 a 90 graus nas primeiras duas semanas dentro da que chamamos de zona de segurança. O movimento deve ser completo após as primeiras duas semanas após a cirurgia. Nos primeiros quatro meses evitam-se exercícios isolados de isquiotibiais (posteriores da coxa) para evitar estresse significativo nos procedimentos de reparo e reconstrução do canto posterolateral.

 

Tempo de recuperação para lesões no ligamento colateral lateral

 

O tempo de recuperação para lesão no ligamento colateral lateral depende do grau em que ela ocorreu e se não houve danos a outras estruturas. Neste caso, o tempo médio para a recuperação, de acordo com os graus de lesão, é:

 

-De 2 a 4 semanas para lesões grau I;

-De 4 a 8 semanas para lesões grau II;

-De 8 a 12 semanas para lesões grau III;

 

Lembrando que em lesões de grau III, a cirurgia é o caminho mais comum. Neste caso, a recuperação depende também de outros fatores.

Uma pessoa com bom fortalecimento muscular, ativa, vai ter uma recuperação mais rápida do que alguém sedentário, ou que está acima do peso, por exemplo.

Além disso, a fisioterapia para a lesão no ligamento colateral lateral é de fundamental importância. Quanto antes e com mais qualidade for feita a fisioterapia, melhor será o resultado e mais rápida a recuperação.

Retorno ao esporte

goleiro retornando ao esporte após cirurgia da lesão do ligamento colateral lateralQuando não existe indicação de tratamento cirúrgico, após 4-6 semanas de fisioterapia, os pacientes devem iniciar a fase de transição específica do esporte, somente se a força e amplitude de movimento forem comparáveis ​​ao lado não lesionado.

O atleta precisa recuperar a força e a reabilitação funcional, incluindo a propriocepção (equlibrio muscular), a atividade esportiva específica e algum tipo de programa de corrida dinâmica. O teste funcional (por exemplo, equilíbrio de uma perna, salto, corrida, corte) deve ser concluído para avaliar a condição geral do joelho. Os atletas devem estar livres da dor com atividades funcionais e recuperar toda a força e amplitude de movimento antes de retornar aos esportes.

Nos casos, onde houve indicação do tratamento cirúrgico, a reabilitação deve seguir o tempo biológico da cicatrização dos ligamentos reconstruídos e o retorno ao exporte é dado de nove meses a um ano, em média.

Se possível, um teste isocinetico deve ser realizado e o retorno deve ser periodizado e assistido por um treinador experiente.

 

Continue lendo

 

+ O que é a Lesão do Ligamento Colateral Lateral
+ Diagnóstico da Lesão do Ligamento Colateral Lateral
+ Tratamento Não Cirúrgico da Lesão do Ligamento Colateral Lateral
+ Prevenção da Lesão do Ligamento Colateral Lateral