fbpx
 

Bursopatia no joelho, o que é e como é feito o tratamento

Bursopatia no joelho

Bursopatia no joelho, o que é e como é feito o tratamento

A bursopatia no joelho é um problema que afeta um grande número de pessoas e traz bastante consequências para sua vida e funcionalidade.  Trata-se de uma inflamação que ocorre em uma das bolsas em torno do joelho, conhecidas como bursas. Quando isto acontece, a pessoa passa por muita dor e incômodo na região.

Assim sendo, veja a seguir mais informações sobre o assunto, entendendo como diagnosticas e tratar esse mal adequadamente.

Informações sobre a bursopatia no joelho

Sendo este um tipo de bursite, a bursopatia no joelho afeta tanto os tendões quanto os músculos da região. As causas para esse tipo de problema são muitas e variam de acordo com a situação. No entanto, as maiores incidências dessa inflamação estão ligadas a:

  • Excesso de pressão no joelho, seja por movimentos específicos ou esportes de impacto e muito tempo ajoelhado, especialmente em esportes como o judô e o jiu-jitsu;
  • Sobrepeso, o que aumenta a carga sobre a região e pode compromete-la;
  • Lesões que tenham ocorrido no joelho anteriormente, enfraquecendo as bursas;
  • Surgimento de doenças como artrite reumatoide, gota e osteartrite.
  • Cirurgias prévias
  • Doenças reumaticas como as ligadas ao depósito de micro-cristais

 

Leia também: Tendinopatia insercional: saiba o que ela significa

 

Todas essas situações se traduzem em fatores de risco, que contribuem com o surgimento da doença. Assim sendo, você precisa diagnosticar e tratar qualquer busopatia no joelho o quanto antes para ter mais qualidade de vida.

Diferentes tratamentos para a bursopatia no joelho

Como existem diferentes formas de combater os sintomas e a própria condição em si, a primeira coisa a ser feita é contar com o diagnóstico de um profissional qualificado, principalmente quando sentir sintomas como por exemplo:

  • Dor excessiva na região do joelho, sobretudo ao fazer movimentos como subir escadas;
  • Inchaço e sensibilidade na área afetada, o que prejudica a sua movimentação;
  • Também é bastante comum sentir calor no local, devido a inflamação da bursa.
  • Aumento de volume local com calor e vermelhidão

A partir de uma série de exames de toque e de imagem, como ultrassonografias e ressonâncias magnéticas, o médico poderá avaliar a sua situação. Assim ele lhe receitará o tratamento mais indicado para o seu caso. Neste sentido, algumas das alternativas mais comuns são:

  • Uso de medicamentos anti-inflamatórios como Ibuprofeno e Naproxeno;
  • Repouso total da região do joelho, com aplicação de gelo no local para aliviar a dor;
  • Fisioterapia para restabelecimento e normalização dos movimentos do joelho;
  • Drenagem da bursa. Geralmente quando existe muita inflamação com aumento de volume local
  • Injeção de corticoides em casos onde os sintomas estão mais persistentes;
  • Em casos mais raros, cirurgias para retirada da bursa inflamada. Quando isso é feito, em geral, o material é enviado para analise como biópsia;

 

Todos estes métodos apresentam ótimos resultados para o completo restabelecimento do paciente. No entanto, é preciso seguir as recomendações médicas e avaliar quais alternativas são as mais indicadas em seu caso.

Alguns detalhes importantes sobre a bursopatia de joelho

Caso você não sofra com a bursopatia no joelho, mas tenha algum fator de risco relacionado a ela, algumas medidas de prevenção fazem toda a diferença. Entre elas se destacam:

  • Alongamento e aquecimento da área, principalmente antes de alguma atividade física;
  • Fortalecimento dos músculos da região com pesos e exercícios de academia;
  • Fisioterapia preventiva, principalmente se você for atleta amador ou profissional;
  • Manutenção de um peso adequado para não sobrecarregar o seu joelho.

Na medida em que você seguir essas dicas e recomendações terá um joelho muito mais forte e saudável. Assim, não precisará se preocupar com bursopatia ou outros problemas na região.

Dr. Adriano Leonardi
[email protected]

Dr. Adriano Leonardi possui 20 anos de experiência em Ortopedia. É Médico Ortopedista Especialista em Joelho; Mestre em Ortopedia e Traumatologia; Médico do Esporte; Membro da Diretoria da Sociedade Paulista de Medicina Desportiva; Colunista e Consultor dos Sites 'Eu Atleta' e 'Globo Esporte'. Agende sua Consulta: (11) 94754-9183

3 Comentários
  • Simone Gomes
    Postado as 10:00h, 08 dezembro Responder

    Bom dia doutor
    Eu tenho gonartrose.
    Tenho imensas dores e ando a coxear da perna.
    Pode dar me dicas, para me sentir melhor.

    Obrigado
    Simone Gomes

  • Paulo Henrique
    Postado as 12:57h, 08 dezembro Responder

    Boa tarde Dr!
    Eu tenho um rompimento parcial nível 2 no ligamento colateral do joelho esquerdo, ja fiz fisioterapia, mas quando pratico espote como jiu jitsu e corrida de rua ou esteira, sinto muita dor na região da lesão e em baixo da rótula, e se estende para a panturrilha, qual tratamento sugere nesse caso? Uso joelheira em ambas modalidades q pratico

    • Dr. Adriano Leonardi
      Postado as 16:42h, 10 dezembro Responder

      Obrigado por sua participação.
      Entendo a ansiedade que a lesão possa estar te causando, mas para te responder isso, precisaria te avaliar.
      Examinar o paciente e ver os exames de imagem são fundamentais no diagnóstico e conduta.

Poste um Comentário

Olá!

Gostaria de receber uma ligação?