Diagnóstico da Dor no Joelho

Diagnóstico da Dor no Joelho

O diagnóstico começa sempre com uma história clínica bem detalhada coletada por um médico experiente com bastante calma e paciência. A forma de como começou, se agravou e outros sintomas associados devem ser anotados e já trazem muitas pistas de qual a sua possível causa. Quando se pratica esportes, é imperativo que o médico tenha mínima noção do gesto esportivo e das principais lesões ligadas aquela modalidade.

 

Diagnóstico de Dor no Joelho

Imagem de ressonância magnética mostra uma condromalácia patelar grau III, causa comum de dor no joelho

 

Diagnóstico de Dor no JoelhoPartimos então ao exame físico. Pessoalmente, antes de examinar, aplico alguns testes biomecânicos para avaliar dinamicamente o comportamento muscular. Causas de dor no joelho como a condromalácia, atrito do trato iliotibial e tendinite patelar estão intimamente ligados a um mau funcionamento muscular e à falta de coordenação motora. Ao examinar o paciente, delimitamos as áreas de dor e aplicamos testes irritativos, investigando ruptura do menisco, lesão dos ligamentos e lesão da cartilagem.

 

E, por último, solicitamos exames de imagem. Como raios-X, tomografia computadorizada, ressonância magnética, etc. Ao ver as imagens, é muito importante que o médico seja munido de experiência e bom senso, pois algumas alterações nas imagens são muito comuns do envelhecimento ou da prática esportiva e podem não ter relação nenhuma aos sintomas do paciente. Por exemplo: um corredor de rua aos seus 40 anos pode ter imagem de condropatia patelar grau III e a causa de sua dor ser, na verdade uma tendinite patelar. Por isso, é muito comum que médicos experientes reexaminem seus pacientes após ver as imagens dos exames.

 

Continue Lendo

 

+ Causas da Dor no Joelho

+ Tratamento da Dor no Joelho