10 dicas para quem sofreu a lesão do ligamento cruzado anterior

10 dicas para quem sofreu a lesão do ligamento cruzado anterior

Compartilhe:

A ruptura do ligamento cruzado anterior do joelho é uma lesão frequente nos esportes. O entorse é, disparadamente o movimento que mais lesa estruturas intrínsecas do joelho. No futebol, esporte muito popular no Brasil, o trauma ocorre com o pé fixo ao solo, ou preso à perna do adversário, ocorrendo rotação anormal interna ou externa do fêmur em relação à tíbia. Pelo fato desta estrutura não cicatrizar, é de comum acordo entre a maioria dos cirurgiões de joelho no mundo de que tanto uma lesão total, quanto parcial, em pacientes ativos e que tenham queixas de falseio, que o individuo deve ser submetido a cirurgia de reconstrução do ligamento cruzado anterior para que possa restabelecer a estabilidade e função.

 

Seguem aqui 10 dicas a pessoas que sofreram a lesão do ligamento cruzado anterior:

 

Procure um bom profissional.

Hoje em dia, tanto a Sociedade Brasileira de ortopedia e traumatologia (SBOT), como Sociedade Brasileira de cirurgia do joelho (SBCJ) disponibilizam on-line o rol de profissionais, especialista  do joelho aprovados, portanto capazes de abordar melhor doenças do joelho. Verifique currículo do médico selecionado. Profissionais envolvidos em pesquisas, pós graduados e que façam parte de grupos de especialidade (ex: grupo de traumatologia do esporte da Santa casa de São Paulo) costumam aliar a ciência com experiência.

 

Com quem vou reabilitar?

Peça indicação de fisioterapeutas ao seu médico. Uma boa comunicação entre profissionais e estabelecimento de protocolos de reabilitação estão estatisticamente ligados a melhores resultados.

dicas ligamento cruzado anterior

 

Fisioterapia só depois da cirurgia?

Verifique com seu médico a possibilidade de realizar fisioterapia pré-operatória. Caso não haja contra indicações como lesões meniscais bloqueando joelho ou lesões concomitantes a outros ligamentos do joelho, a fisioterapia pré-operatória mantem a musculatura trófica, melhora a dor e mantém um arco de movimento normal do joelho.

 

Informe-se!

Discuta com seu médico a técnica e a seleção do enxerto a serem utilizadas na cirurgia de reconstrução do ligamento cruzado anterior. Tudo isso terá impacto no retorno ao esporte.

 

Não tenha pressa!

A reabilitação do ligamento cruzado anterior leva seis meses, em média e o retorno pleno ao esporte deve ser gradual, após melhoria do condicionamento físico e sob a supervisão de um bom treinador. Para esportes de contato como o futebol, por exemplo, pode-se levar de nove meses a um ano.

 

Não se assuste!

Tanto antes da cirurgia quanto depois, a musculatura do membro afetado, principalmente a musculatura da coxa sofrerá atrofia. A isso denominamos “inibição artrogenica do quadríceps. Em outra palavra, o grupo muscular fica inibido e, além de atrofiar, não responde completamente a estímulos voluntários de contração . Mas, isso é totalmente revertido por uma fisioterapia bem feita.

 

Água!

Uma boa fisioterapia é sempre bem complementada pelo trabalho de Hidroterapia.

dicas ligamento cruzado anterior

 

Minha musculatura está equilibrada?

Verifique com seu médico a possibilidade de realizar avaliação isocinetica, idealmente no terceiro e sexto mês pós-operatório os afim de se avaliar força, potencia e resistência da musculatura e auxiliar no trabalho de grupos musculares que, por ventura, estejam fracos e desequilibrados.

 

Ajuda do professor!

O trabalho de fortalecimento iniciado pelo fisioterapeuta deve ser passado a um bom profissional da educação física, que entenda bem a lesão e que siga bem o protocolo iniciado pelo fisioterapeuta sob proteção articular, mantendo sempre a comunicação entre profissionais da saúde.

dicas ligamento cruzado anterior

 

Retorne devagar!!

É muito comum que haja ansiedade no retorno ao esporte. Cada modalidade esportiva tem seu tempo de retorno, respeitando a biologia da integração do enxerto e da qualidade da reabilitação empregada.

Picos de treino podem causar sobrecarga no joelho atrasando ainda mais o tão sonhado retorno às quadras, ruas, trilhas e aos gramados!

 

Quer saber mais sobre Ligamento Cruzado?

 

 

Acesse nosso Canal no Youtube e Inscreva-se:

 

 


Compartilhe:
Dr. Adriano Leonardi
dr@adrianoleonardi.com.br

Dr. Adriano Leonardi possui 20 anos de experiência em Ortopedia. É Médico Ortopedista Especialista em Joelho; Mestre em Ortopedia e Traumatologia; Médico e Fisiologista do Esporte; Membro da Diretoria da Sociedade Paulista de Medicina Desportiva; Colunista e Consultor dos Sites 'Eu Atleta' e 'Globo Esporte'. Agende sua Consulta: (11) 2507-9021 ou 2507-9024

20 Comentários
  • Marcos
    Postado as 14:08h, 25 julho Responder

    Mas com a cirurgia. Mesmo assim pode vir a romper de novo caso no futebol.

    • Dr. Adriano Leonardi
      Postado as 22:46h, 25 julho Responder

      Pode sim.
      Se o atleta nao reabilitar e não reequilibrar a musculatura, a re-lesao pode ocorrer.

  • Carol Vaz
    Postado as 03:52h, 29 setembro Responder

    No caso de o paciente ser obeso, qual a recomendação? Deve ocorrer perda de peso pré-operatório? Quanto tempo após a lesão deve ser realizada a cirugia? Há um prazo para a reconstrução ser feita?

    • Dr. Adriano Leonardi
      Postado as 11:47h, 29 setembro Responder

      Oi, Carol.

      O ideal é que se espere, pelo menos 21 dias a partir do momento da lesão, pois a reconstrução imediata do LCA, segundo alguns autores, cursa com muita rigidez pós-operatória (artrofibrose). Qdo ha lesão a outros ligamentos associados, o ideal é se esperar um pouco mais. Não ha tempo máximo para a realização da cirurgia. Mas, o ideal é que não se espere muito a fim de se prevenir os danos secundários aos meniscos e cartilagem articular.
      E, por fim, é recomendável que se perca peso para qq cirurgia do joelho, nao é obrigatório para reconstruir o LCA.

  • Erick
    Postado as 16:28h, 29 maio Responder

    Tenho uma ruptura completa no ligamento cruzado anterior. É possível fazer um tratamento sem haver a necessidade de cirurgia?

    • Dr. Adriano Leonardi
      Postado as 17:21h, 29 maio Responder

      Depende.
      O tratamento nao cirúrgico fica reservado para indivíduos pouco ativos, maioria idosos.
      Para jovens e ativos , o ideal é sempre a reconstrução. Caso contrario, a ausência do LCA pode causar muitas limitação na qualidade de vida, forçando o indivíduo à vida sedentária.

  • Jadson Ferreira
    Postado as 19:21h, 29 maio Responder

    Boa tarde dr.Adriano, meu nome [e jadson e eu moro nos EUA, até o ano passado eu aida jogava profissionalmente futebol aqui nos EUA, eu joguei em varios clubes no brasil e me transferi para os EUA. eu em um jogo comemorativo tive uma entorse no joelho esquerdo e el inchou muito, deu coagolo e também depois de um periodo de 2 meses tentei jogar< mais não fiz nenhum tipo de reforço ou tratamento. dai em uma jogada simples ocorreu a msm intorce e o joelho inchou de novo. o que eu gostaria de saber é que eu acabo de receber um convite para ser contratado em um clube na grecia, e aqui nos EUA fazer esta cirurgia é muito cara e não tem medicos bons. você acha que eu fazendo uma boa dieta e muito trabalho de fortalecimento no joelho, eu conseguiria voltar aos gramados sem me machucar ou sentir a msma lesão ? aguardo uma resposta sua

    • Dr. Adriano Leonardi
      Postado as 18:36h, 30 maio Responder

      oi, Jadson.
      Tenho recebido diversos jogadores que vivem fora do Brasil em meu consultório em SP para tratar lesões dos joelhos como LCA/menisco com a sua.
      Se vc teve a lesão do LCA, dificilmente conseguirá jogar futebol profissionalmente com 100% de rendimento.
      O ideal seria operar, reabilitar e voltar com força total.
      Se precisar de minha experiencia, será um prazer poder te ajudar aqui no Brasil!

  • francisco de assis da silva
    Postado as 21:10h, 04 novembro Responder

    gostaria de saber quanto custa uma cirugia do lca

  • Bruno Castro
    Postado as 22:53h, 02 dezembro Responder

    Olá Dr Adriano. Fiz cirurgia em 2011 do LCA utilizando o tendão flexor como enxerto. Tudo estava ótimo até que em 2018 torci novamente e preciso operar novamente. Sua opnião Dr, utilizo o patelar ou flexor da outra perna? Qual a sua preferência para enxerto e porque? Obrigado!!

    • Dr. Adriano Leonardi
      Postado as 10:42h, 03 dezembro Responder

      Salve Bruno!
      Como te respondi no Youtube, minha presencia vai depender da posição dos túneis da cirurgia previa e do nível de atividade física do paciente. Quase sempre, minha preferencia é a de utilizar os flexores retirado da outra perna, pois a recuperação é muito mais rápida.
      Lembrando que é muito importante se determinar porque a ruptura ocorreu e corrigir favores como o geno varo através de osteotomias, por exemplo.
      abs

  • Diego campelo
    Postado as 22:12h, 08 janeiro Responder

    Olá dr.adriano ,fiz uma ressonância e deu #sinais compatíveis com lesão radial no corno posterior e lesão irregular no corno anterior do menisco medial
    #sinais de rotura do ligamentos cruzado anterior
    #derrame articular com plica sobreposta . Tem que operar algum desses?

    • Dr. Adriano Leonardi
      Postado as 20:35h, 09 janeiro Responder

      oi, Diego.
      Depende muito mais do exame fisico realizado por um medico experiente que do laudo do exame.
      Em outras palavras: eu te examinaria em meu consultorio. Se seu joelho estiver instável, indicaria tratamento cirúrgico caso vc seja jovem e ativo.

  • Marco Paulo
    Postado as 15:14h, 03 junho Responder

    Dr. Adriano, boa tarde! tudo bem?

    A minha dúvida é com relação a recuperação do Joelho. Após cirurgia e pós recuperação é possível usa-lo da mesma forma antes da lesão.

    Abaixo o resultado da ressonância magnética:

    Rotura completa do ligamento cruzado anterior em seu terço médio;
    Rotura parcial do ligamento colateral medial, com espessamento difuso de suas fibras e edema perligamentar, notadamente em sua porção distal.
    Estiramento / rotura parcial proximal do ligamento colateral lateral, com discreto espessamento de suas fibras e edema perligamentar.
    Estiramento de estruturas capsuloligamentares do canto posterolateral do joelho, particularmente do ligamento arqueado.
    Edema pós-contusional junto ao sulco terminal do côndilo femoral lateral e margem posterossuperior do planalto tibial lateral, sem fraturas.
    Discreta holffite superolateral.
    Pequeno derrame articular e cisto de baker.

    Meniscos sem evidência de lesões
    Ligamento cruzado posterior e demais estruturas do canto posterolateral do joelho integras.
    tendoões do quadriceps e patelar de aspecto preservado,
    Superficies condrais sem irregularidades evidentes,
    Demais estruturas ósseas de morfologia e sinal habituais.
    Planos musculares preservados,

    Após consulta com ortopedista especialista em joelho, fui informado da necessidade apenas da reconstrução do cruzado anterior, você concorda com essa abordagem?

    Obrigado Dr.

    • Dr. Adriano Leonardi
      Postado as 10:13h, 06 junho Responder

      Oi,Marco.

      Para te responder isso, precisaria te examinar e ver as imagens de seus exames.
      Se puder passar em consulta comigo, será um prazer pode te ajudar.

  • Deraldo Barbosa
    Postado as 22:18h, 10 junho Responder

    Oi Dr sou Deraldo de Araguaina-TO

    me informe o valor detalhado desta cirurgia de LCA, preciso saber antes de realizar a minha

  • Antonio
    Postado as 20:26h, 15 julho Responder

    Dr admiro muito seu trabalho , suas explicações são bem objetivas . Minha pergunta é : fiz a 5 meses atrás a cirurgia de LCA E estou seguindo todos os cronograma Fisio e reforço muscular , mais sinto meu joelho ainda com uns estalos e no teste de gaveta um leve bem leve frouxidão . É normal por se tratar de ainda está na fase de recuperação . Desde ja agradeço um abraço Dr

    • Dr. Adriano Leonardi
      Postado as 10:48h, 16 julho Responder

      oi, Antonio.
      Meus pacientes nao tem estes sintomas com 5 meses.
      Converse com seu cirurgião e reveja sua reabilitação.
      abs

Poste um Comentário