fbpx
 

Delaminação condral: o que significa e como tratar?

Delaminação condral: o que significa e como tratar?

A delaminação condral é um problema que comumente aparece em exames de imagem. Como já expliquei em outros artigos, a cartilagem é um tecido especializado localizado nas extremidades dos ossos dentro das articulações, cuja função está em absorver e transmitir o impacto do movimento. Didadicamente, é dividida em 04 camadas. 

Quando a cartilagem é danificada, muitas vezes ocorre por meio de um movimento rotacional, como um entorse ou com  força direta. Em ambos os casos, isso pode ocorrer de maneira súbita ou por micro-trauma de repetição, como na condromalácia.

 Quando a delaminação condral (figura 1) ou cartilaginosa ocorre, as forças afetam as diferentes camadas da cartilagem, sendo o dano, portanto profundo. Um dano por esmagamento destrói mais ou menos as várias camadas na direção vertical. Quando isso ocorre, a camada de cartilagem superficial intacta torna-se instável e fortes forças de cisalhamento nas bordas da delaminação podem levar ao seu aumento ou à fissura. Finalmente, se não tratada, pode levar ao desprendimento do fragmento, gerando corpos livres articulares.

Delaminação condral

Figura 1  desenho mostrando uma delaminação condral

 

 

Como é feito o diagnóstico da delaminação condral?

O quadro clinico inclui:

Dor em determinada angulação do joelho como agachar ou subir escadas

Crepitação (barulho no joelho)

Sensação de travamento

Inchaço recorrente, principalmente quando se força muito

Perda progressiva da massa muscular

Perda de qualidade de vida

Exames de imagem

Na maioria das vezes, uma radiografia simples não mostrará nada. Uma leve reação óssea localizada pode aparecer em casos tardios. Na Ressonância Magnética, a delaminação condral é vista como flambagem ou deformação da cartilagem dissecando entre a cartilagem e o osso subcondral (logo abaixo da camada cartilaginosa).

 

Nos estágios iniciais, a RM pode mostrar cartilagem intacta, mas levemente elevada, com sinais abaixo indicando sangramento, podendo confundir o médico assistente com pouca experiencia em lesões cartilaginosas. Por isso, assim como tudo em medicina, A CLÍNICA É SOBERANA!! 

Em estágios posteriores, podem ser observadas lacerações da área que se estende do osso até a superfície da cartilagem (Fig.2 ).

 

Delaminação condral 2

Figura 2: Imagem de ressonância magnética mostrando uma delaminação condral, comumente confundida com condromalácia.

 

Tratamento da delaminação condral

  1. Tratamento não cirúrgico

Assim como em toda lesão cartilaginosa, NA DÚVIDA, deve-se sempre instituir tratamento conservador baseado na reabilitação, fortalecimento e ganho de qualidade de movimento. Terapias regenerativas como a infiltração com acido hialurônico (viscossuplementação) e BMA podem ser utilizados. Havendo melhoria de sintomas, o paciente deve ser introduzido ao protocolo de transição ao esporte. Caso, não haja melhoria, o tratamento cirúrgico deve ser instituído.

2. Tratamento cirúrgico

 

Toda cirurgia cartilaginosa deve começar por artroscopia (cirurgia feita por vídeo). Quando ocorre a delaminação cartilaginosa, a superfície da cartilagem parece intacta a princípio.

 

Leia também: Mitos e Verdades do Colágeno para Cartilagem do Joelho

 

No entanto, pode-se detectar uma elasticidade localmente reduzida, aumento da maciez e, às vezes, uma área pode ser vista apenas como um abaulamento da superfície da cartilagem. Essas lesões geralmente pequenas, mas traiçoeiras, podem ser muito dolorosas devido ao hematoma desenvolvido na bolsa sob a camada de cartilagem delaminada e levantada (figura 3). 

Delaminação condral 3

Figura 3: cartilagem delaminada e elevada

 

A seguir, dependendo da extensão da lesão, localização, idade do paciente e grau de atividade física, o tratamento cirúrgico deve ser realizado, incluindo:

  1. Micro-fraturas tradicionais
  2. Fixação do fragmento com ancoras ou parafusos
  3. Membrana de colágeno (técnica AMIC)- figura 4
  4. Transplante autólogo de condrócitos (técnica MACI) – ainda não disponível no Brasil
  5. Auto-transplante cartilaginoso (retirada de cartilagem do próprio paciente) através de técnicas como a MOSAICOPLASTIA ou Transplante tipo PALAZZI
  6. Alo-transplante cartilaginoso (retirada de cartilagem de doador cadáver)

 

Delaminação condral

Figura 4: Regeneração da cartilagem pela técnica da Membrana de colágeno

 

Dúvidas frequentes

  • Como recuperar a cartilagem?

Apesar de controverso, estudos mostram que a cartilagem possui sim capacidade de regeneração limitada. A melhor forma de recupera-la é investir na perda de peso, exercícios físicos visando o fortalecimento e a melhoria da qualidade de movimento.

  • O que é lesão condral?

O termo lesão condral refere-se à perda parcial ou total da espessura da cartilagem de nossas articulações

  • O que é lesão condral profunda?

Significa que houve perda de toda, ou quase toda a espessura da cartilagem. Geralmente descrita como condropatia ou lesão condral grau 3 ou grau 4.

  • O que fazer para melhorar a condromalácia?

A condromalácia é a lesão cartilaginosa mais popular que acomete a cartilagem da patela. A melhor forma de trata-la é identificar os fatores causais (bio-mecanicos ou anatômicos), realizar reabilitação adequada, fortalecimento e melhor periodização no retorno ao esporte.

  • Como tratar fissura na cartilagem?

De maneira semelhante à delaminação condral, a fissura condral superficial ou profunda deve ser tratada de maneira conservadora e, não havendo sucesso, deve-se instituir tratamento cirúrgico.

 

Para tirar mais dúvidas, veja este vídeo do meu canal no YouTube, sobre cirurgia de reconstrução de cartilagem!

Dr. Adriano Leonardi
[email protected]

Dr. Adriano Leonardi possui 20 anos de experiência em Ortopedia. É Médico Ortopedista Especialista em Joelho; Mestre em Ortopedia e Traumatologia; Médico do Esporte; Membro da Diretoria da Sociedade Paulista de Medicina Desportiva; Colunista e Consultor dos Sites 'Eu Atleta' e 'Globo Esporte'. Agende sua Consulta: (11) 94754-9183

Não há comentários

Poste um Comentário

Olá!

Gostaria de receber uma ligação?